Série B

Cruzeiro goleia a Ponte Preta fora de casa e encaminha título da Série B

Raposa depende de tropeços de Grêmio e Bahia para levantar a taça; Ponte está em sétimo lugar.

Gazetapress

O Cruzeiro goleou a Ponte Preta no Moisés Lucarelli.
O Cruzeiro goleou a Ponte Preta no Moisés Lucarelli. (Staff Images / Cruzeiro EC)

CAMPINAS - Na abertura da 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o líder Cruzeiro visitou a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP) e venceu por 4 a 1. Felipe Amaral abriu o placar para os mandantes, mas Zé Ivaldo, Edu e Rafa Silva (duas vezes) marcaram para garantir o triunfo mineiro na noite desta quarta-feira.

Assim, a Macaca vê encerrada uma sequência de três partidas sem derrotas. Além disso, perde a chance de se aproximar, mesmo que momentaneamente, do G4 da competição. No momento, permanece na sétima posição, com 43 pontos ganhos. No entanto, pode perder posições ao final da rodada.

Por outro lado, a Raposa atinge o 15º jogo de invencibilidade na Série B. Com o acesso à elite carimbado na rodada passada, contra o Vasco, o clube mineiro pode sagrar-se campeão ainda nesta rodada. Com 71 pontos somados, chega a 18 pontos de vantagem para o vice-líder Grêmio e a 19 para o terceiro Bahia. Caso os rivais tropecem, o Cabuloso garantirá o título da Série B de 2022.

Pela próxima rodada, portanto, o Cruzeiro recebe o Ituano, às 21h30 (de Brasília) de quarta-feira (5), no Mineirão. Por sua vez, a Ponte Preta visita o Sampaio Corrêa, na segunda-feira, a partir das 20 horas.

O jogo

Jogando em seus domínios, a Ponte Preta não se intimidou para o já classificado, e líder, Cruzeiro e partiu para o ataque. Assim, logo aos 17 minutos de jogo, abriu o placar com Felipe Amaral. Após bate-rebate, a bola sobrou para o volante na entrada da área. O camisa 19 então encheu o pé e estufou as redes.

A resposta dos mineiros veio no final do primeiro tempo. O Cruzeiro já pressionava em busca do empate e, aos 46 minutos, conseguiu marcar. Filipe Machado cobrou falta na área e, na segunda trave, Zé Ivaldo apareceu para desviar de cabeça e vencer Caíque França, deixando tudo igual em Campinas.

Na volta do intervalo, a Macaca chegou com perigo aos três minutos. Após cruzamento de Elvis, Guilherme Souza escorou de cabeça e bola ficou viva dentro da área. Entretanto, antes de alguém chegar para finalizar, a zaga do Cruzeiro conseguiu afastar o perigo.

No entanto, foi o Cruzeiro que aproveitou a chance e virou a partida. Aos 21 minutos da etapa final, Bidu ganhou de Nicolas e tocou para Luvannor, que clareou a jogada e rolou para Filipe Machado. O meia cruzou de primeira e Edu apareceu sozinho na segunda trave para desviar para dentro do gol e virar a partida.

Além disso, enquanto a Ponte Preta ainda seguia com chances de empatar o confronto, o Cruzeiro ampliou a vantagem. Rafa Silva fez bela jogada individual, driblou Guilherme Silva, invadiu a área e deslocou Caíque França na finalização, fazendo o terceiro dos mineiros.

Por fim, antes do apito final, aos 43 minutos, após troca de passes no campo de ataque, Kaiki cruzou na medida para Rafa Silva completar de primeira para o fundo das redes e transformar a vitória em goleada.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.