Flamengo e Bahia empatam no Maracanã

futbrasil

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h29

Na noite desta quarta-feira, para um Maracanã quase vazio, Flamengo e Bahia empataram em 1 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. Foi o 14º jogo do rubro-negro e o 15º do tricolor na competição.

No primeiro minuto de jogo, Sandro Hiroshi, que fazia sua estréia com a camisa do Flamengo, caiu na área e o árbitro Leonardo Gaciba marcou pênalti. Iranlido bateu e fez 1 a 0 para o rubro-negro, aos 2 minutos do primeiro tempo.

O Bahia não se intimidou e partiu para tentar o empate. Aos 6 minutos, Calisto teve uma boa chance, mas o goleiro Bruno estava bem colocado. Um minuto depois, Bruno se destacou novamente, pegando uma difícil cabeçada de Robson.

Aos 12 minutos, Nonato aproveitou a sobra de um cruzamento e colocou a bola nas redes, mas o lance foi anulado, pois o atacante tricolor estava em posição de impedimento, segundo o assistente. O Bahia continuou a pressionar e, aos 22 minutos, Geraldo cruzou, Marcelo Souza desviou de cabeça, mas a bola tocou na trave.

O Flamengo só veio a assustar novamente aos 33 minutos, numa cobrança de falta de Iranildo, que o goleiro Emerson espalmou. Na sobra, Liédson cruzou para a área, mas Emerson interceptou a bola. Aos 41 minutos, Liédson aproveitou falha grotesca de Marcelo Souza, invadiu a área, mas finalizou nas mãos de Emerson.

No segundo tempo, o primeiro lance de perigo aconteceu aos 9 minutos, quando Robson recebeu um bom lançamento e tentou driblar o goleiro rubro-negro, que acabou tirando-lhe a bola. Aos 11, o Flamengo respondeu com Iranildo que, livre, dentro da área, chutou no cantinho, mas Emerson foi buscar.

O técnico Evaristo de MAcedo aproveitou para mexer no time, aos 13 minutos, tirando Wendell para colocar Anderson Gils. Melhor posicionado que na etapa inicial, o Flamengo teve outra boa chance, com Iranildo, aos 15 minutos, mas Emerson estava atento. Um minutos depois, foi a vez de Sandro Hiroshi tentar, mas Emerson salvou o Bahia novamente.

Aos 21 minutos, Robson viu o goleiro rubro-negro adiantado mas acabou chutando por cima do travessão, perdendo uma chance incrível. Foi seu último lance no jogo. Aos 24, Candinho o substituiu por Gil Baiano. Aos 26 minutos, Evaristo trocou Iranildo por Marquinhos. Um minuto depois, Nonato perdeu um gol de cara com Bruno, que fez a defesa. Aos 29, Candinho tirou Nonato e colocou Ney Fabiano. Aos 32 minutos, André Bahia entrou no lugar de Flávio, no Flamengo.

O Bahia voltou a levar perigo aos 33 minutos, numa cobrança de falta de Calisto, de longa distância, que passou perto do gol de Bruno. Aos 36 minutos, veio o gol de empate tricolor. Ney Fabiano recebeu lançamento e tocou por cima do goleiro Bruno, que nada pôde fazer. Aos 42, Candinho trocou Calisto por Mantena.

O resultado manteve as duas equipes nas últimas posições do pelotão intermediário da tabela. O Flamengo soma 16 pontos e está na 19ª colocação, enquanto o Bahia passou ao 21º lugar, com 15 pontos.

Campeonato Brasileiro

FLAMENGO 1

Bruno; Felipe Mello, Fernando, Flávio (André Bahia) e Anderson; Jorginho, Wendell (Anderson Gils), Fábio Baiano e Iranildo (Marquinhos); Sandro Hiroshi e Liédson.

Técnico: Evaristo de Macedo.

BAHIA 1

Emerson; Daniel, Valdomiro, Marcelo Souza e Calisto (Mantena); Jair, Carlinhos, Ramos e Geraldo; Robson (Gil Baiano) e Nonato (Ney Fabiano).

Técnico: Candinho.

Local: Maracanã, Rio de Janeiro-RJ.

Data: 02/10/2002.

Árbitro: Leonardo Gaciba (RS).

Gols: Iranildo (2/1º) e Ney Fabiano (36/2º).

Cartões amarelos: Wendell (F), Sandro Hiroshi (F), Robson (B), Jorginho (F) e Daniel (B).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.