São João do Maranhão

Arraial do Ipem chega ao quinto dia com muita cultura popular e geração de emprego e renda

Programação contou com atrações culturais no Ipem e no Arraial da Cidade Operária.

Publipost / Governo do Maranhão

Atualizada em 20/06/2024 às 11h58
Arraial do Ipem atrai famílias e turistas diariamente
Arraial do Ipem atrai famílias e turistas diariamente (Foto: Divulgação/Auê)

SÃO LUÍS - O Arraial do Ipem chegou nesta terça-feira (18) ao seu quinto dia de festa na temporada 2024 do São João do Maranhão com casa cheia e uma variedade cultural genuinamente maranhense. Um dos espaços mais tradicionais do São João em São Luís, o Arraial do Ipem segue movimentando a economia da cultura, beneficiando não apenas artistas e grupos folclóricos, mas uma grande cadeia em um processo que envolve empreendedores da iniciativa privada, poder público, trabalhadores e geração de emprego e renda.

No Ipem, todas as noites o público encontra uma grande diversidade de comidas e bebidas, com mais de 70 pontos de vendas, entre barracas, food trucks, food bikes, restaurantes, sorveteria, quiosques e uma Vila de Chopp. Este ano, os empreendimentos foram instalados no arraial com intermediação da Maranhão Parcerias (Mapa), empresa pública vinculada ao Governo do Estado.  

Coube à Mapa coordenar a captação de patrocínios e investimentos, e a exploração econômica no espaço, com barracas e restaurantes, por exemplo. “Estamos no quinto dia do Arraial do Ipem. A Mapa buscou o setor privado para vir ao Arraial do Ipem, movimentar toda essa alegria, como é determinação do governador Carlos Brandão”, destaca Cassiano Pereira Júnior, presidente da Mapa.  

A Mapa também atua no Arraial do Ipem com a gestão da montagem, operação e desmontagem de estruturas e equipamentos do arraial. Nessa terça-feira foram realizados os shows de Adriana Bosaipo, Ricardo Bondim e nas apresentações do Tambor de Crioula Unidos Venceremos, Quadrilha Flor de Vinagreira, Bumba Meu Boi da Lua, Pirilampo e o Bumba Meu Boi Meu Tamarineiro que encantaram o público no Palco Principal. Já no Barracão do Forró, a festa ficou por conta dos grupos Forró do Mel e Forró da Ilha.

Para o presidente da Mapa, é importante fazer esse relacionamento com a iniciativa privada para potencializar a economia, gerando emprego e renda, nesse período tão importante como o São João. “Está sendo um grande sucesso esse quinto dia do arraial. As atrações estão belíssimas! O secretário de Estado da Cultura, Yuri Arruda, está de parabéns por evidenciar nossa cultura aqui nesse espaço. Os empreendedores estão vendendo bastante. É uma festa que traz alegria e movimenta a economia”, disse Cassiano Pereira Junior. ‎

O leque com atrações de peso atrai famílias e turistas, potenciais consumidores no restaurante de Rodrigo Tavares, um dos empresários que instalaram negócios no Arraial do Ipem.
Tavares conta que esse não é o primeiro ano de sua empresa na programação junina do Ipem, e que todos os anos o arraial é importante para aumentar a lucratividade do seu negócio, além de gerar novas oportunidades de emprego. 

“É um período muito bom. Aqui é uma oportunidade de ganhar um dinheiro extra e gerar mais emprego e renda. A equipe que trabalha aqui, todo o ano está com a gente. Eles trabalham só no período do São João e sempre já têm a expectativa de trabalhar com a gente”, sublinha o empresário.   

Esse também é o sentimento da empresária Louise Holanda. Proprietária de uma barraca, ela observa que a movimentação econômica envolve e beneficia vários atores em uma mesma festa. “Um evento desse é muito importante porque gera muita renda, a gente coloca a galera para trabalhar, contratamos fornecedores.. Isso é a economia movimentando”, avalia.

A festa no Arraial do Ipem é uma oportunidade financeira para pessoas como Igor Pereira, que é garçom e aproveita a festa para fazer renda extra. Igor lembra que o espaço anualmente oferece oportunidade de emprego para muitas pessoas, sempre apresentando o melhor do São João do Maranhão.  

“Está ótimo! Ao mesmo tempo que a gente vem ganhar o nosso dinheiro, a gente pode prestigiar também o nosso São João, que é maravilhoso. Isso aqui abre as portas para várias pessoas, muita oportunidade de emprego aqui, tanto diretos quanto indiretos”, afirma.  

Mais Renda e Armazém do Empreendedor
O Arraial do Ipem também dispõe das - já tradicionais - barracas dos programas estaduais Mais Renda e Minha Renda, executados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) e do Armazém do Empreendedor do Maranhão, ação coordenada pela Secretaria de Indústria e Comércio (Seinc).

O Armazém do Empreendedor ajuda a difundir cadeias produtivas do estado, por meio da exposição de produtos e serviços 100% produzidos no Maranhão. O espaço conta com mais de 100 empreendimentos participantes, em regime de revezamento, visando oferecer vastas opções em diversos segmentos (moda, artesanato, alimentos, bebidas, serviços especializados, entre outros).

Até 14 de julho, grupos folclóricos e artistas maranhenses farão centenas de apresentações em quatro espaços montados no Arraial do Ipem. Milhares de pessoas ainda devem passar pelo local, que segue com programação diária e gratuita.

O Arraial do Ipem fica localizado no bairro Calhau, na capital, e o evento é uma realização do Governo do Maranhão, coordenado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma). O imóvel onde acontece o Arraial do Ipem pertence ao Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (Fepa), gerido pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Maranhão (Iprev).

Arraial da Cidade Operária

A festança junina também tomou conta do Arraial da Cidade Operária nesta terça-feira. Lá a programação contou com o Tambor de Crioula Maracrioula, Quadrilha Paraíso do Sertão, Dança Portuguesa Império de Bragança, Boi Brilho da União, Boi da Lua e Cacuriá do Jhon.

A alegria da tradição junina mobiliza a comunidade do bairro Cidade Operária e região, fortalecendo a paixão dos maranhenses pelo São João, como é o caso da Maria Silva, que há 15 anos se apresenta com o Boi da Lua. “Sou índia guerreira. Eu fico muito feliz nesse momento, um dos períodos que eu mais gosto. Eu amo o São João. Fazer parte disso para mim é tudo”, conta.  

A festa também é celebrada pela comerciante Maria Isabel, proprietária de uma barraca no Arraial da Cidade Operária. Com as vendas da barraca junina, ela aumenta o orçamento familiar.  “Me sinto muito alegre. É muito importante poder participar e ganhar uma renda extra. As pessoas gostam muito, é comida típica. Todos os anos tenho o mesmo cliente, que sempre volta porque acha o tempero bom”, relata.  

Acesse o app São João do Maranhão 2024 - disponível para os sistemas operacionais Android e IOS e confira a programação completa do evento. Mais informações, imagens e vídeos sobre o Maior São João do Mundo podem ser conferidos no site cultura.ma.gov.br e nas redes sociais da Secma e do Governo do Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.