(Divulgação)

COLUNA

Sexo com Nexo
Sexo com Nexo por Mônica Moura, sexologia clínica e Educação sexual.
Sexo com Nexo

Felicidade sexual

Confira a coluna desta semana da sexóloga e educadora sexual Monica Moura.

Mônica Moura/Sexologia clínica e Educação sexual

- Atualizada em 23/11/2023 às 11h24
Mônica Moura/Sexologia clínica e Educação sexual.
Mônica Moura/Sexologia clínica e Educação sexual. (Divulgação)

“O que faz você feliz?” Essa era a pergunta que eu lançava nas conversas informais com familiares, amigos, pacientes e colegas de trabalho. As respostas eram previsíveis. Alguns diziam “ter saúde” e outros, “dinheiro”. Para a maioria das mulheres, a tal felicidade parecia estar relacionada ao amor, e este dependia da presença de uma outra pessoa. Para os homens, a felicidade estava relacionada a prazeres como lazer, trabalho e esportes. Quando coloquei no Google a palavra "felicidade", surgiram incontáveis imagens de comida. Até eu que sou boba me sentiria mais feliz comendo aquilo tudo.

Segui minha entrevista com uma outra provocação: "O que você entende por felicidade sexual?". Logo a coisa foi ficando mais interessante e estranhamente complexa, porque em geral as mulheres associaram felicidade sexual a “fazer sexo com amor” e os homens, falaram sobre “dar prazer às suas parceiras”.

Tá. Achei romântico, rs. E "O que atrapalha a sua felicidade sexual?" foi a terceira pergunta. Muitas mulheres responderam que é “a falta de orgasmo” e “o egoísmo dos homens”. Já os homens responderam que sentem a sua felicidade sexual comprometida “quando a sua parceira não tem orgasmo”.

Deu tela azul. Fiquei me perguntando por qual razão (na prática e no íntimo), tantas mulheres não se dizem satisfeitas. É comum ouvir a queixa de falta de orgasmo ou de prazer durante a relação sexual. Estudos apontam que mais de 50% das mulheres têm anorgasmia. 

Como está a sua vida sexual atualmente? Você está feliz? Você se sente confortável ao lado do seu parceiro? Você tem prazer nas relações sexuais? E orgasmo? Você sabe realmente o que é um orgasmo?

Tanto os homens quanto as mulheres desejam ter e receber prazer, e uma falha neste processo pode estar relacionada à falta de comunicação. É aqui que eu enxergo o início do problema: na falta da verdade para consigo mesma e para com o seu parceiro. 

A falta de felicidade sexual é uma questão de saúde pública. A sinceridade na busca por ela também. O primeiro passo para viver plenamente feliz, sexualmente falando, é descobrir o seu próprio conceito de felicidade. Sem a utopia dos romances de cinema e sem o exagero contado pelas amigas. Lembrando que podemos encontrar Felicidade Sexual inclusive quando decidimos não fazer sexo. Fazer sexo não é uma obrigação!

A minha proposta com a sexologia é deixar ao alcance de todos uma visão simples e descomplicada sobre a sexualidade e o ato sexual. Educação, consciência e exercícios perineais são a chave para a Felicidade Sexual que tanto queremos e merecemos. As portas já estão abertas.

As opiniões, crenças e posicionamentos expostos em artigos e/ou textos de opinião não representam a posição do Imirante.com. A responsabilidade pelas publicações destes restringe-se aos respectivos autores.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.