Eclipse Solar Anular

Veja as cidades com melhor visualização do eclipse solar no Maranhão

O fenômero ocorrerá no dia 14 de outubro e poderá ser visto em todo o estado

Na Mira

- Atualizada em 13/10/2023 às 17h34

SÃO LUÍS - O Maranhão será palco de um eclipse solar anular no próximo dia 14 de outubro. Tanto a capital, São Luís, quanto as cidades no interior do estado poderão observar o fenômeno, dependendo da localização.

A localização ideal para observar o eclipse será nas cidades posicionadas no centro da faixa de visibilidade do "anel de fogo". Veja no mapa abaixo as regiões que fazem parte do ponto de melhor visualização do eclipe:

Veja o mapa que mostra o posicionamento do anel de fogo. Foto: Reprodução/Solarium
Veja o mapa que mostra o posicionamento do anel de fogo. Foto: Reprodução/Solarium

Para aqueles que residem em áreas um pouco mais distantes da faixa vermelha, ainda será possível ver o eclipse, embora com uma cobertura lunar menor sobre o sol. Porém, nas áreas abrangidas pelo "anel de fogo", a lua estará mais centralizada em relação ao sol, formando uma visão mais definida do eclipse anular.

Em relação aos horários, de acordo com o horário de Brasília, o início do eclipse está previsto para às 15h, com duração até as 18h. Durante esse intervalo, o Maranhão poderá visualizar o fenômeno em diferentes níveis da obscuridade solar.

A região centro-sul do estado será a mais privilegiada, com algumas cidades podendo contemplar a escuridão solar completa. São Pedro dos Crentes e Buritirana se destacam como os municípios mais bem posicionados para essa experiência, com a lua cobrindo quase 90% do sol, criando a sensação do  "dia virando noite".

Em outras áreas, como Balsas, a visibilidade solar será significativamente reduzida, e lentes com filtros especiais serão distribuídas para a observação segura. Em São Luís, um ponto especial na Praça Maria Aragão abrigará um observatório com distribuição de lentes especiais, pois a observação direta do sol sem proteção pode causar danos à visão. 

Na capital maranhense, o eclipse atingirá aproximadamente 80% de sombra lunar sobre o sol, com início previsto para as 15h14min e o ápice às 16h14min, de acordo com o professor de Física Antônio Oliveira, coordenador do Ilha da Ciência-Planetário da Universidade Federal do Maranhão. 

Sobre o eclipse solar anular

Um eclipse solar anular ocorre quando o sol, a lua e a Terra se alinham. A lua passa entre o sol e nosso planeta, como acontece em um eclipse solar total. No entanto, há uma diferença importante: no eclipse solar anular, a lua está mais distante da Terra em sua órbita.

Isso significa que, durante esse tipo de eclipse, a lua não consegue cobrir completamente o sol. Em vez disso, ela cria um anel de luz visível ao redor do sol, deixando apenas a borda do sol visível. É por isso que ele é chamado de anel de fogo.

O horário em que o eclipse solar anular será visível em cada cidade varia devido ao movimento dos corpos celestes e à geografia local. Por exemplo, no estado do Amazonas, o eclipse começará mais cedo, por volta das 13h09 (horário local), e atingirá sua totalidade, mostrando o "anel de fogo", às 14h55. Este é um evento celestial que merece nossa atenção e admiração.

Veja o eclipse com segurança

Para observar um eclipse de forma segura e proteger a visão, é recomendado o uso de óculos de proteção solar especiais ou filtros apropriados em telescópios. É importante lembrar que olhar diretamente para o sol, mesmo durante o fenômeno, pode causar danos aos olhos. Portanto, medidas de precaução são essenciais para visualizar o eclipse sem riscos à saúde ocular.

 


 


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.