Política

Com Michelle e ministras, Bolsonaro faz evento pelo Dia da Mulher

Servidoras do Palácio do Planalto foram presenteadas.
Marcelo Brandão / Agência Brasil08/03/2019 às 19h48
Com Michelle e ministras, Bolsonaro faz evento pelo Dia da MulherO presidente Jair Bolsonaro participa de cerimônia em alusão ao Dia Internacional da Mulher. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, participaram hoje (8) de cerimônia por ocasião do Dia Internacional da Mulher. Eles estavam acompanhados do vice-presidente, Hamilton Mourão, e a esposa, Paula Mourão.

No evento, Bolsonaro afirmou que o número de ministros em seu governo “está equilibrado”, são 20 homens e duas mulheres. “Somente um pequeno detalhe: cada uma dessas mulheres equivale a dez homens. A garra dessas duas transmite energia para os demais”, disse o presidente, sob aplausos das servidoras do Palácio do Planalto presentes. “O futuro do Brasil, em grande parte, passa pela decisão de vocês. Muito obrigado, mulher do Brasil. Sou apaixonado por todas vocês”.

As ministras Tereza Cristina, da Agricultura; e Damares Alves, da pasta da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, estavam presentes no evento. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, também participou da cerimônia.

Três servidoras do Planalto foram presenteadas com vale-compras de uma loja de Brasília. Os vales estavam debaixo de três cadeiras da plateia. Foi a ministra Damares Alves que revelou os brindes e pediu que as servidoras procurassem debaixo das cadeiras.

A primeira-dama lembrou a importância de a mulher lutar por respeito e oportunidades. “O mais importante é lutar em todos os outros dias do ano para que sejamos plenas de oportunidades, lutar pelo desejo de respeito, a necessária acolhida e o merecido reconhecimento. […] Desejo que todas nós possamos nos orgulhar todos os dias da delicadeza e da força feminina em edificar famílias, impulsionar solidariedade e transformar vidas”.

Mais cedo, o presidente postou mensagem em seu Twitter sobre a data. "Qualquer celebração deve vir acompanhada de propostas e que respeitemos o feeling da mulher. Infelizmente não depende só de mim para que muitas das pautas já conhecidas avancem. De tudo faremos que estas jóias raras ao fim dos próximos 4 anos possam se sentir mais representadas."

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.