Balanço

85% das crianças de um a cinco anos tomaram a vacina contra pólio e sarampo

Seis estados atingiram a meta do Ministério da Saúde de vacinar, pelo menos, 95% do público-alvo.
Imirante.com01/09/2018 às 14h16
85% das crianças de um a cinco anos tomaram a vacina contra pólio e sarampoO Ministério da Saúde orientou a estados e municípios que estivavam abaixo da meta, abrir os postos de saúde no sábado (1°) (Foto: Divulgação)

BRASIL - Mais de 9,5 milhões crianças de um a menores de cinco anos tomaram a vacina contra a poliomielite e o sarampo em todo o país. A média nacional de vacinação está em 85%. Os estados do Espírito Santo, Santa Catarina, Pernambuco, Rondônia, Amapá e Sergipe já atingiram a meta estipulada pelo Ministério da Saúde de vacinar, pelo menos, 95% do público-alvo. Segundo informado no sistema pelos estados, até este sábado (1º) foram aplicadas mais de 19 milhões de doses das duas vacinas (cerca de 9,5 milhões de cada).

Apesar da campanha ter encerrado ontem, (31 de agosto), o Ministério orientou a estados e municípios que estivavam abaixo da meta, abrir os postos de saúde no sábado (1º). A expectativa é que, com a mobilização, a vacina seja aplicada em 1,6 milhões de crianças que ainda não estão protegidas contra as duas doenças. A Campanha deste ano é indiscriminada, por isso, todas as crianças nessa faixa etária devem se vacinar, independente da situação vacinal.

“A mobilização deve ser de todos nós, gestores, pais, responsáveis, profissionais de saúde. Temos que continuar somando esforços porque a vacinação é a forma mais eficaz de impedir que doenças já eliminadas retornem ao Brasil. Temos que vacinar, pelo menos, 95% das crianças de um a menores de cinco anos”, avalia o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.