Internet

Contratos de banda larga crescem 0,46% em abril, diz Anatel

Segundo a Anatel, nos últimos 12 meses, no Maranhão o crescimento foi 24,75%.
Imirante.com, com informações da Agência Brasil05/06/2018 às 13h43
Contratos de banda larga crescem 0,46% em abril, diz AnatelIsso significa que, em abril, foram firmados 137 mil novos contratos. (Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas)

BRASÍLIA - O número de contratos de banda larga no Brasil aumentou em 0,46% entre março e abril deste ano, chegando a 29,95 milhões de contratos ativos, de acordo com dados divulgados hoje (5) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Isso significa que, em abril, foram firmados 137 mil novos contratos. No acumulado dos últimos 12 meses, o crescimento foi de 9,42%.

Leia também:

Anatel publica novas regras para TV por assinatura

Anatel mantém chamadas gratuitas em orelhões da Oi

São Paulo, com 10,2 milhões de contratos de banda larga ativos; Rio de Janeiro, com 3,2 milhões; e Minas Gerais com 3 milhões, concentram mais da metade de todos os contratos do país.

Segundo a Anatel, no entanto, nos últimos 12 meses, os seis Estados com o maior crescimento no número de contratos foram Maranhão com mais 24,75%; Rio Grande do Norte com mais 20,62%; Sergipe com mais 19,42%; Ceará com mais 18,89%; Pará com mais 17,41%, Paraíba com mais 16,70% e Bahia com mais 15,59%.

Em relação aos grupos que operam no setor, a Claro é que concentra a maior parte do mercado, 30,42%, ou seja, 9,1 milhões de contratos.

Em seguida, está a Vivo, com 25,65%, ou 7,6 milhões de contratos ativos; a Oi com 20,74%, o equivalente a 6,2 milhões. Algar Telecom, TIM, Sky têm cada uma menos de 2% dos contratos. As demais empresas registraram 18,68%, ou 5,6 milhões contratos ativos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.