Dicas de Saúde

Uso de celular na postura incorreta provoca dor na coluna

Muitas pessoas costumam demonstrar dores musculares e lesões por esforços repetitivos (LER).
Assessoria05/06/2015 às 15h27

Nos dias atuais, é difícil encontrar alguém que não seja adepto do uso de diferentes tecnologias no cotidiano. Mas, você sabia que, embora o uso de celular e notebook facilitem a nossa vida, quando utilizados em posições inadequadas podem prejudicar a coluna?

Segundo o fisioterapeuta Helder Montenegro, especialista em coluna vertebral, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRColuna), muitas pessoas costumam demonstrar dores musculares e lesões por esforços repetitivos (LER), além de hérnias de disco cervicais devido à má postura durante o uso destes aparelhos.

“Normalmente, o uso desses aparelhos é feito com a cabeça inclinada para baixo, o que pode causar desvio de coluna, gerar desgaste do disco que fica entre as vértebras e contribuir para o aparecimento de uma hérnia”, informa.

Como prevenir?

A Lesão por Esforço Repetitivo é corriqueira devido ao uso sem pausas de tecnologias como tablets, celulares, notebooks e computadores, por exemplo. “O ideal é realizar pausas a cada hora para relaxar a postura, dedos e punhos. Outra medida importante para prevenir dores causadas pelo uso excessivo do celular é sempre acessá-lo na altura dos olhos, sendo que um braço deve estar cruzado dando o devido aporte para o outro braço. Isso evita a sobrecarga da musculatura cervical”, sugere Montenegro.

Confira outras dicas do especialista

Evite segurar o aparelho celular ou telefone fixo com o ombro, pois isso pode causar uma tensão na musculatura cervical e sobrecarregar as articulações;

Depois de 30 ou 40 minutos de uso dos aparelhos, faça uma pausa para descansar a musculatura;

Evite usar o tablet no colo, pois essa ação faz com que você fique olhando para baixo e pode provocar dores na região cervical. Coloque-o em um local que fique na altura dos olhos ou, se isso não for possível, coloque-o em cima de uma almofada para reduzir a inclinação da cabeça e manter a coluna reta.

Pilates para a prevenção de Lesão por Esforço Repetitivo

Mais uma medida importante a ser tomada para prevenir esses incômodos é investir na prática de Pilates. Isso porque, ele melhora o padrão físico e postural do indivíduo e ainda fortalece e equilibra os músculos para que diminua o impacto sobre os mesmos diante das repetições excessivas de um mesmo movimento. “Essa atividade aumenta a lubrificação das articulações e diminui a rigidez das mesmas. Diante disso, ajuda o praticante a desenvolver movimentos de maneira mais fluída e evita a calcificação do tendão”, indica Helder.

Ainda com relação aos músculos, a prática de pilates faz com que os mesmos fiquem mais alongados e proporciona um aumento da mobilidade das articulações. “O pilates evita que ocorra um desgaste nas articulações e nervos e, com isso, previne dores e inflamações. Ou seja, como o praticante desenvolve uma consciência corporal que é trabalhada de dentro para fora do corpo, ajudando a adquirir um melhor alinhamento da postura e proporcionando a realização de movimentos mais fluentes”, conclui Montenegro.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.