TSE decide que não houve distorção em programa de Serra

Agência Brasil 30/08/2002 às 08h06

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, ontem à noite, que o candidato à Presidência da República da coligação Grande Aliança (PSDB/PMDB), José Serra, não perderá mais tempo em seu programa eleitoral no horário gratuito. A punição havia sido determinada anteriomente pela Justiça, devido à utilização de imagens e voz do candidato da Frente Trabalhista (PPS/PDT/PTB), Ciro Gomes.

No entendimento de três ministros do TSE e do presidente substituto, Sepúlveda Pertence, que proferiu o voto de minerva, a omissão da pergunta do ouvinte de uma rádio da Bahia, quando o candidato Ciro Gomes o teria chamado de burro, não caracteriza a presença de truncagem ou distorção na reprodução veiculada no programa do candidato José Serra.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.