Após agressão

Comandante da Polícia Militar em Bacabal é transferido para São Luís

O tenente-coronel Miguel Neto prestará esclarecimentos pela agressão ao cabo Bandeira.
Imirante.com09/01/2016 às 18h35

BACABAL - O tenente-coronel Miguel Gomes Neto, comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, em Bacabal, foi transferido para São Luís na madrugada deste sábado (9), para prestar esclarecimentos ao Comando Geral da instituição. Miguel Neto foi afastado do cargo, após agredir e ameaçar, com uma pistola, o cabo Ney Fernandes Bandeira e o advogado dele, que filmou uma discussão sobre uma paralisação no quartel.

Os policiais militares de Bacabal iniciaram, na sexta-feira (8), uma paralisação no 15º Batalhão, em protesto pela redução no tempo de descanso e corte do almoço. Em nota de esclarecimento, divulgada antes da transferência para São Luís, o tenente-coronel Miguel Neto disse que empunhou a pistola porque o cabo Bandeira fez menção de pegar a sua arma.

O Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão informou que já está tomando todas as medidas disciplinares, além da apuração dos fatos. O comando interino do 15º Batalhão será do major Cristiano. A Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB/MA) também se pronunciou sobre o caso e pediu sanções contra o tenente-coronel Miguel Neto.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.