Internacional

Mortes por malária, no mundo, caem 30% em cinco anos

  •  
  •  

Em 2015, 429 mil pessoas morreram em razão da doença.

0
Entre 2000 e 2015, 17 países eliminaram a malária.
Entre 2000 e 2015, 17 países eliminaram a malária. - Foto: Reprodução

BRASÍLIA - A taxa de mortalidade por malária teve queda de quase 30% desde 2010, revela o relatório anual da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o paludismo, divulgado nesta terça-feira (13). No entanto, em 2015, em todo o mundo, 429 mil pessoas morreram em razão da doença.

A malária é provocada por um parasita do gênero Plasmodium, que é transmitido aos seres humanos pela picada de uma fêmea do mosquito Anopheles.

O relatório de 2016 conclui que a taxa de incidência (novos casos) de malária caiu 41% em todo o mundo, entre 2000 e 2015, e 21% entre 2010 e 2015. A taxa de mortalidade diminuiu 62%, globalmente, entre 2000 e 2015 e 29% entre 2010 e 2015.

Entre as crianças com menos de 5 anos, a taxa de mortalidade caiu 69% nos últimos 15 anos e 35% nos últimos cinco. Ainda assim, em 2015, o paludismo matou 303 mil crianças com menos de 5 anos em todo o mundo (70% de todas as mortes).

Entre 2000 e 2015, 17 países eliminaram a malária, ou seja, estiveram pelo menos três anos sem casos indígenas da doença, e seis destes países foram certificados como livres de malária pela OMS.

O financiamento quase estagnou entre 2010 e 2015, ano em que totalizou US$ 2,9 bilhões, menos que a metade do objetivo, de acordo com o relatório.

Sintomas

Os sintomas primários da malária são febre, dores de cabeça e vômitos e aparecem entre dez e 15 dias depois da picada do mosquito. Se não for tratada, a malária por P. falciparum pode progredir para uma fase grave e levar à morte.

O combate à doença deve ser feito com a prevenção, por meio do uso de redes mosquiteiras impregnadas de inseticida e pulverização do domicílio, assim como pelo diagnóstico e tratamento dos casos confirmados com medicamentos anti-maláricos. Ainda não há vacina para a doença.

Leia outras notícias em imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, Snapchat, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2383.

plantão i

    enquete

    VOTE E PARTICIPE

    Você faz pesquisa de preços antes de comprar o material escolar?

    PARTICIPAR VER PARCIAL

    redes sociais