Dicas

HB20 usado é uma boa escolha?

Saiba quais as vantagens e desvantagens de adquirir o modelo.
Fonte: Edson Augusto/Assessoria de Imprensa 09/10/2020 às 15h02
HB20 usado é uma boa escolha?Lançado em 2012, o HB20 rapidamente causou boa impressão e gerou correria nas lojas. As falas duraram meses e havia motivos para isso. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS - Comprar um carro é um dos maiores sonhos dos consumidores brasileiros, mas devido aos altos preços este sonho acaba ficando para trás. Mas, uma boa opção é adquirir um veículo usado. A grande dúvida neste cenário é se vale a pena comprar um HB20 usado e para tentar te ajudar aqui vão algumas dicas sobre o automóvel, mas antes disso, é preciso conhecer um pouco da trajetória do modelo no Brasil.

Lançado em 2012, o HB20 rapidamente causou boa impressão e gerou correria nas lojas. As falas duraram meses e havia motivos para isso. Hyundai pode ser considerado o primeiro carro "popular" realmente popular. O design sempre foi um ponto forte do hatch (até a polêmica nova geração), mas além disso sempre ofereceu um bom nível de equipamento, relativa economia de combustível e bom desempenho.

Os motores inicialmente disponíveis são o três cilindros 1.0 com 75/80 HP e torque de 9,4 / 10,2 kg / me os quatro cilindros com uma cilindrada de 1,6 litros com 122/128 HP e 16 / 16,5 kg / m. o combustível fornece potência máxima a 6.000 rpm e torque a 5.000 rpm. 1.0 fornece torque a 4.500 rpm e potência a 6.200 rpm. Ambos são mais do que adequados para uso na cidade e não farão mal na estrada.

Com o restyling com meia-vida em 2016, a Hyundai fez melhorias no motor 1.6 para reduzir o consumo de combustível. Esse propelente saiu do tanque de gasolina e passou a ter sistema de aquecimento de combustível. Além disso, substituiu uma transmissão manual de cinco velocidades e uma automática de quatro velocidades para unidades de seis velocidades. Além dessas mudanças, a Hyundai também optou pela versão 1.0 turbo. A ideia era acertar o Volkswagen direto! TSI, que começava a distinguir-se pelo excelente desempenho e baixíssimo consumo de combustível. Porém, a hélice da marca coreana não teve injeção direta. Os valores de potência declarados são 98/105 HP e 13,8 / 15 kgfm, sempre com caixa manual de seis velocidades.

A grande vantagem é a entrega de torque a 1.500 rpm para maior agilidade na cidade. Em termos de consumo de combustível, não houve grandes mudanças em comparação com o motor 1.6.

Uma das maiores penalidades para o Hyundai HB20 é a suspensão traseira. A viagem é muito curta e pode causar choques e incomodar os passageiros. Além disso, o impacto da direção hidráulica não é bom porque é muito leve em velocidades mais altas. Ao contrário dos concorrentes da semana passada, a posição de direção é muito boa e todos os controles são fáceis de alcançar.

A caixa de câmbio possui ganchos precisos para garantir um bom manuseio compacto. Como todos os populares, o tratamento de superfície é simples, mas a montagem é muito boa.

Detentores de assunto preferem alegria. Há um espaço para muitas coisas na frente da caixa de câmbio, muitas coisas na porta e um espaço atrás do porta-copos e do freio de estacionamento. O HB20 também possui um painel com alta visibilidade, embora não seja uma nova geração de painéis digitais.

O Blue Media Multimedia Center é muito intuitivo, fácil de usar e pode ser conectado aos mais recentes modelos de telefones celulares. Em 2013, a marca lançou HB20S e Adventurer X.

Desde o seu lançamento, o Hyundai HB20 tem se destacado em termos de equipamentos bem equipados, mas os tempos mudaram. Se o compararmos com os carros mais novos, sentiremos a falta de sistemas automáticos de direção e de controle de tração e estabilidade, apenas os novos modelos podem corrigir esta situação.

No entanto, itens como ar condicionado, airbags de camada dupla e assistência de direção sempre foram equipamentos padrão. A versão premium mais avançada tem uma aparência mais interessante, principalmente pela presença de couro. No caso de um centro multimídia com TV digital, não é difícil encontrar a versão HB20.

Em resumo as grandes vantagens de um HB20 são:

Nível de equipamentos

- Economia de combustível

- Design

- Desempenho do motor 1.6

- Espaço interno

Desvantagens:

- Turbo sem injeção direta

- Suspensão traseira

- Automático de quatro marchas (até 2015)

- Pintura frágil

- Nível de ruído

Lembre-se, antes de concluir a transação, consulte a Tabela Fipe, avalie cuidadosamente todos os prós e deficiências para entender qual é o seu carro diário ideal. Se tiver dificuldade em avaliar o carro, chame um profissional para evitar perdas.

Gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam se Hb20 usado é uma boa escolha!

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.