Avanço

HU-UFMA oferecerá novo exame à população maranhense

Exame de densitometria óssea é ideal para o diagnóstico da osteoporose e outras doenças dos ossos.
Imirante.com / com informações da assessoria16/06/2018 às 10h02
HU-UFMA oferecerá novo exame à população maranhenseO exame é realizado em uma sala com um técnico habilitado. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS - Com o objetivo de oferecer à população maranhense um atendimento diferenciado no que diz respeito aos exames de alta complexidade, o Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) iniciou na manhã da última quarta-feira, 13, a oferta do exame de densitometria óssea. Ele é ideal para o diagnóstico da osteoporose e outras doenças dos ossos por detectar a redução da massa óssea de maneira precoce.

A aposentada Raimunda Maria Campos, 72, foi uma das primeiras pacientes a passar pelo exame após sua inauguração. Ela mora em Cururupu, a cerca de 214 km de São Luís, e precisa fazer o exame pois sofre com artrose, artrite e reumatismo. Ela destacou a alegria em poder contar com mais uma opção de local para fazer esse acompanhamento “É muito bom saber que a população terá a oportunidade de fazer esse exame aqui também, a área da saúde precisa desses investimentos” pontua.

Há dois anos, o HU-UFMA por meio de parceria com o departamento de Saúde Pública recebeu o equipamento voltado para a pesquisa do Serviço de Endocrinologia. Diante da necessidade da população, o hospital conseguiu inserir a realização desse exame na grade para toda a população. A administradora da Unidade de Diagnóstico por Imagem, Simone do Nascimento Braz explica como irá funcionar esse novo atendimento “À princípio, ele será realizado de segunda a quinta-feira pela manhã, para os pacientes devidamente indicados para a realização do exame. Com essa nova conquista, o setor passa a oferecer três exames de alta complexidade, os outros são tomografia e ressonância”.

A superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, reforça que cada melhoria na prestação dos serviços é fundamental “Temos um hospital de excelência, que muito contribui para a saúde do estado, por isso a preocupação da gestão em oferecer o que há de melhor na área. E hoje estamos oficialmente inaugurando mais um exame de alta complexidade que muito irá contribuir com aqueles que necessitam dos atendimentos oferecidos pelo SUS”.

O exame é realizado em uma sala com um técnico habilitado no qual o paciente fica deitado em uma mesa e o aparelho percorre a parte superior do corpo com a radiação. A parte inferior da mesa capta e transfere os dados para o computador. A endocrinologista Sabrina da Silva Damianse, explica que é o método mais utilizado para avaliar a densidade mineral dos ossos e compará-la com padrões da idade e sexo do paciente “O exame é considerado importante para avaliar o risco de osteoporose e deve ser realizado nas mulheres com 65 anos, e nos homens com 70 anos. Caso apresentem fatores de risco, em ambos os casos, o exame deve ser solicitado antes”.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.