Prisão preventiva

Padrasto é indiciado pelo estupro da enteada de oito anos

Saulo Silva Conceição foi indiciado como autor do crime.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil05/09/2017 às 13h53

PAÇO DO LUMIAR - A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia de Paço do Lumiar, encerrou o inquérito que apurava o crime de estupro de vulnerável, crime previsto no Artigo 217-A do CP, contra uma criança de oito anos de idade.

O padrasto da menina, identificado como Saulo Silva Conceição, foi indiciado como autor do crime. Já a mãe da vítima, identificada como Rosinay Martins Soares, também foi indiciada no inquérito policial.

Saulo estava preso desde o dia 27 de junho de 2017, por força de decisão da Central de Inquéritos que tinha determinado a sua prisão temporária, por ser suspeito do crime. Com o indiciamento, a prisão temporária foi convertida em preventiva, sendo que Saulo Silva Conceição continuará preso no decorrer do processo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.