Cidades | Novo aumento

Preço da gasolina e do diesel terá novo aumento a partir desta sexta-feira, 19

Esse é o quarto reajuste de preço de combustíveis praticado este ano pela Petrobras e o oitavo consecutivo
18/02/2021 às 11h58
Preço da gasolina e do diesel terá novo aumento a partir desta sexta-feira, 19Esse é o quarto reajuste de preço de combustíveis praticado este ano pela Petrobras e o oitavo consecutivo (Divulgação)

São Luís - A Petrobras anuncia novo aumento no preço de combustíveis, a vigorar a partir desta sexta-feira (19), de 10,2% para a gasolina e de 14,7% para o óleo diesel. Esse é o quarto reajuste este ano e o oitavo consecutivo.

De acordo com o comunicado, a partir de amanhã, os preços médios da Petrobras nas refinarias serão de R$ 2,48 por litro para a gasolina e R$ 2,58 por litro para o diesel, após aplicação de reajustes de R$ 0,23 e de R$0,34 por litro respectivamente.

Em São Luís, o preço da gasolina já é encontrada a até R$ 5,00 em alguns postos e acima desse valor no interior do Maranhão. O médico veterinário Geraldo Silva Neto reclama de mais um aumento. “Desse jeito tá difícil de manter um automóvel. Praticamente toda semana tem aumento de combustível, sem falar que indiretamente também nos atinge com o aumento de frete e consequentemente de alimentos e outros produtos”, ressalta.

Segundo a Petrobras, o alinhamento dos preços ao mercado internacional é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros refinadores, além da Petrobras. Este mesmo equilíbrio competitivo é responsável pelas reduções de preços quando a oferta cresce no mercado internacional, como ocorrido ao longo de 2020.

De acordo com a Petrobras, os preços praticados pela Companhia, e suas variações para mais ou para menos, associadas ao mercado internacional e à taxa de câmbio, têm influência limitada sobre os preços percebidos pelos consumidores finais. O preço da gasolina e do diesel vendidos na bomba do posto revendedor é diferente do valor cobrado nas refinarias da Petrobras. Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos postos revendedores de combustíveis.


Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte