Política | Educação

Ministério Público requer reformas de escolas na capital

Ação Civil Pública foi proposta pelo promotor Paulo Avelar faltando apenas 4 dias para o fim da gestão do pedetista; 10 escolas devem ser reformadas 
Ronaldo Rocha/ Da editoria de Política29/12/2020

São Luís- A 1ª Promotoria de Justiça Especializada em Defesa da Educação do Ministério Público do Maranhão ingressou como uma Ação Civil Pública de obrigação de fazer, com pedido de liminar contra o Município de São Luís, para que 10 escolas da rede municipal de ensino sejam reformadas em caráter de urgência.
A ação foi proposta somente no dia 19 deste mês, faltando exatos 4 dias para o fim do mandato do prefeito Edivaldo Júnior (PDT). Com o início da tramitação da peça somente agora, é provável que uma decisão futura alcance a gestão do prefeito eleito, Eduardo Braide (Podemos), que assume o Executivo no dia 1 de janeiro de 2021 [sexta-feira].

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte