Cidades | Acidentes de trânsito

Seguro DPVAT já pagou mais de 27 mil indenizações por morte este ano

Dados da Seguradora Líder apontam crescimento no número de fatalidades no trânsito
15/11/2020 às 00h00
Seguro DPVAT já pagou mais de 27 mil indenizações por morte este anoDivulgação

Neste domingo, 15, deve ser de lembrança e reflexão para quem já perdeu um familiar ou amigo em acidentes de trânsito. Instituído pela Assembleia Geral das Nações Unidas, o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito completa 25 anos de existência em 2020. E as estatísticas da Seguradora Líder, administradora do consórcio que gere o Seguro DPVAT, reforçam a importância da iniciativa. Somente entre janeiro e outubro deste ano, o Seguro já pagou 27.839 indenizações para beneficiários de vítimas fatais. Somente no Maranhão, oram pagas 1.148 indenizações.

Mesmo em um ano atípico, por causa do isolamento social causado pela pandemia da Covid-19, os números seguem altos e em crescimento. Só de setembro para outubro, os benefícios concedidos para ocorrências envolvendo mortes aumentaram 8%. E os recortes trazem de forma detalhada o cenário dessa tragédia. Neste ano, 51% dos acidentes fatais indenizados pelo Seguro DPVAT envolveram motocicletas, enquanto 34% envolveram automóveis.

Os motoristas dos veículos são a maioria das vítimas, representando 54% do pagamento das indenizações. Já os pedestres foram responsáveis por 28% dos casos, seguidos pelos passageiros, com 18%. Quanto à faixa etária, o maior número de perdas, 40%, se deu justamente no grupo que está no auge da vida economicamente ativa: 25 a 44 anos.

Para o diretor de Operações e T.I. da Seguradora Líder, Iran Porto, as estatísticas são alarmantes e chamam a atenção para a necessidade de ações de conscientização. Ele explica que a divulgação desses números tem por objetivo informar a sociedade para, com isso, contribuir para a melhoria do cenário. "A Seguradora Líder divulga, mensalmente, os dados de indenizações pagas para que eles se tornem insumos para a construção de políticas públicas em prol de um trânsito mais seguro e menos violento no Brasil".

E foi focada nesse compromisso que, desde setembro, a companhia passou a disponibilizar um painel online para consulta pública com dados de acidentes de trânsito. Na página, é possível encontrar a quantidade dos acidentes registrados e/ou projetados no Brasil entre os anos de 2010 e 2020 e o cruzamento desses números por categoria, cobertura indenizada do Seguro, região do país e estado, além de outros recortes.

O Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito ocorre sempre no terceiro domingo de novembro. A homenagem é uma forma de provocar a reflexão sobre a importância da atitude consciente de motoristas, passageiros e pedestres.

Fatalidades nos estados
Com as maiores frotas nacionais, São Paulo e Minas Gerais lideram os rankings de acidentes de trânsito no país. No acumulado de 2020, os estados registraram 4.179 e 2.767 indenizações pagas por ocorrências envolvendo mortes, respectivamente.

No entanto, proporcionalmente, outros estados também impressionam. Em Alagoas, apesar de um número bem mais baixo de indenizações pagas, 20% do total foram concedidos para beneficiários de vítimas fatais. No Rio de Janeiro, esse número representou 19% e na Bahia, 14%.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte