Geral | Violência

Cineasta Cadu Barcellos é assassinado no Rio de Janeiro

Cadu tinha 34 anos e era produtor do programa Porta dos Fundos e um dos diretores do documentário "5x Favela - Agora por nós mesmos"; suspeita é de tentativa de assalto
Rodrigo Viga Gaier/Reuters Brasil11/11/2020 às 11h47
Cineasta Cadu Barcellos é assassinado no Rio de JaneiroCadu Barcellos foi assassinado em tentativa de assalto (Divulgação)

RIO DE JANEIRO - O cineasta e produtor Cadu Barcellos, que atuava para o canal de humor na internet “Porta dos Fundos”, além do programa “Greg News”, da HBO, e de ter sido um dos diretores do documentário “5x Favela - Agora por Nós Mesmos”, apresentado no festival de Cannes, foi assassinado a facadas no Rio de Janeiro em uma suposta tentativa de assalto, de acordo com a polícia, amigos e parentes do produtor.

Carlos Eduardo Barcellos, de 34 anos, voltava de um encontro com amigos no centro da cidade na madrugada de terça-feira, quando foi abordado por um assaltante que o esfaqueou. Ele ainda chegou a pedir por socorro, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com os amigos do produtor, o telefone celular e pertences de Cadu foram levados no assalto.

O corpo do produtor está no Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro e a polícia investiga as circunstâncias do crime.

“Na madrugada de terça-feira (10/11), policiais militares do 5ºBPM (Praça da Harmonia) foram acionados para verificar ocorrência na Avenida Presidente Vargas, altura da Uruguaiana, no Centro da cidade do Rio. No local, uma pessoa foi encontrada caída ao solo. Perícia acionada e ocorrência a cargo da Delegacia de Homicídios”, informou a Polícia Militar.

O produtor deixa um filho, ainda criança.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte