Cidades | Solidariedade

Cruz Vermelha Brasileira recebe doações para projeto social

"Ações falam mais que palavras" tem por objetivo arrecadar itens essenciais para o suprimento de necessidades básicas da população em maior vulnerabilidade diante a pandemia
02/06/2020 às 18h08
Material arrecadado é utilizado para possibilitar alimentação para o público em situação de rua

São Luís - Os impactos sociais provocados pelo novo coronavírus no Maranhão são numerosos. Para minimizá-los, a Cruz Vermelha Brasileira-MA está buscando apoio para fortalecer a campanha solidária "Ações falam mais que palavras", que tem por objetivo arrecadar itens essenciais para o suprimento de necessidades básicas da população em maior vulnerabilidade diante a pandemia. Atualmente, a organização, que preconiza respeito e direitos humanos para todos e tem como missão agir em situação de emergência, trabalha na assistência à população em situação de rua de São Luís, cidade com maior número de casos de Covid-19 em todo o estado.

Integrada a uma iniciativa pontual, intitulada "Sem fome na rua", a campanha "Ações falam mais que palavras" busca apoio de empresas envolvidas com a causa social e população em geral que se disponham a colaborar com doações de itens de higiene pessoal e do gênero alimentício. Assim, a Cruz Vermelha Brasileira-MA, com sede na Avenida Getúlio Vargas, no Monte Castelo, está recebendo, de 9h às 17h, produtos como álcool em gel a 70%, máscara de proteção (descartável ou reutilizável), sabonete, creme e escova dental, além de roupas, cobertores, água mineral e mantimentos que compõem cesta de alimentação básica, que possibilitam o preparo das refeições que a organização tem levado ao público em situação de rua.

"O voluntariado da Cruz Vermelha no Maranhão tem empenhado grandes esforços para garantir os direitos mais básicos à população em situação de rua na cidade de São Luís. Por meio da colaboração de nossos parceiros, temos proporcionado aos que mais sofrem uma refeição adequada, roupas e itens de higiene pessoal, ação que em muito evita um maior caos social a que está sujeita a cidade por causa da pandemia de coronavírus. Com essa nova campanha, queremos fortalecer nossas atividades e continuar promovendo o amparo social", destacou o presidente da organização no estado, Carlos Alberto Rangel.

Os interessados em doar, mas antes em conhecer a história e atividades desenvolvidas pela Cruz Vermelha Brasileira-MA, podem, também, entrar em contato pelos telefones: (98) 3249-9712 e (98) 98892-8294. Por meio desses canais, os voluntários que dão vida à organização no Maranhão estarão à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas e para compartilhar as ações humanitárias que vêm sendo desenvolvidas por toda São Luís neste período de pandemia de coronavírus, que já soma cerca de 10 mil casos na capital - alvo da campanha "Ações falam mais que palavras".

Entrega em realizada pelos voluntários, em pontos de agregação das pessoas em situação de rua

Campanha
A campanha "Ações falam mais que palavras" foi lançada no dia 31 de maio e soma-se a várias outras iniciativas que a Cruz Vermelha-MA tem empreitado desde o início da pandemia de coronavírus no Maranhão. Presente em 192 países, organização incrementa a linha de frente de combate à Covid-19 por meio de ações humanitárias, e que, para minorar sofrimento da população, foi uma das primeiras instituições humanitárias a se posicionar no enfrentamento à doença que assola o mundo e será a última a sair desse grande combate, resultado de forças empenhadas pelos seus milhares de colaboradores voluntários e grandes e pequenos apoiadores.

FIQUE POR DENTRO

Nas últimas semanas, a Cruz Vermelha Brasileira-MA, em parceria com outras entidades, por meio da ação "Sem fome na rua", realizou a entrega de 858 porções de sopa, 250 pães, 320 kits de higiene pessoal e 1.200 peças de roupa, alcançando pessoas em situação de rua e desassistidas por alguma instituição pública. Essa ação aconteceu na Praça Deodoro e imediações da Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís. Também por meio da iniciativa em questão, a organização acolheu, no mesmo episódio, familiares de pacientes internados com Covid-19 no Hospital Socorrão I, localizado à Rua do Passeio.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte