Geral | Testes virais

Laboratório realiza exames de Painel Viral Respiratório e entra na luta contra o Covid-19

Laboratório presta serviços diagnósticos para rede pública e privada com precisão para enfrentamento da pandemia
21/03/2020 às 12h09
Laboratório realiza exames de Painel Viral Respiratório e entra na luta contra o Covid-19Profissional confere resultado de exame no Laboratório de Análises Clínicas do Maranhão

São Luís - Com cinco unidades em bairros como Calhau, Olho d'Água, Monte Castelo, Anjo da Guarda e Cohatrac, além da sede no Ipase de Cima, o Laboratório de Análises Clínicas do Maranhão vem atuando fortemente no enfrentamento da pandemia do Covid-19 (Coronavírus) em São Luís, com a realização de exames de Painel Viral Respiratório, quando solicitado por médicos, e que serve para diagnosticar três tipos de vírus: Influenza A (H1N1 entre outros), Influenza B e Vírus Sincicial Respiratório (VRS), que é a causa mais comum de pneumonia entre crianças com menos de cinco anos de idade.

Os primeiros sintomas do paciente infectado pela Influenza se confundem com os do Covid-19. Por isso, o primeiro exame a nível de diagnóstico e triagem é o do Painel Viral Respiratório, para que possam ser descartadas as possibilidades de infecção por outros vírus como a Influenza A ou B, antes de encaminhar o paciente para o exame de contaminação pelo Covid – 19.

O Laboratório Lacmar, atualmente, presta serviços a diversas estruturas da rede pública e privada nos setores ambulatoriais e hospitalares, dentre elas, o Hospital e Maternidade Natus Lumine, Hospital São Luís (HSLZ) e Unidades de Pronto Atendimento na capital maranhense.

“Entendemos que o papel do Laboratório é ainda mais importante nesse contexto de pandemia, e não estamos medindo esforços para ajudar o Governo no Estado e a população maranhense em geral nesse enfrentamento coletivo contra o Covid-19. Nos últimos dias, temos seguido as diretrizes de nosso plano contingencial, abordando todos os setores da empresa. Contamos com uma equipe de 208 funcionários, em sua grande parte na linha de frente do enfrentamento desta epidemia. E para manter nossos serviços, temos zelado também pela segurança de nossas equipes assim como a dos pacientes; através da adoção de padrões e protocolos internacionais da área de diagnósticos clínicos e anatomopatológicos”, declarou o diretor do Laboratório, Vinícius Braid.

Sobre a demanda dos testes para diagnóstico do Covid-19, Braid explicou que os mesmo têm se restringido em grande parte ao setor hospitalar somente, realizados em pacientes já internados em estados mais graves, enquanto o maior volume é dos exames de Painéis Virais, os quais participam do processo de triagem em ambulatórios, para a primeira identificação e classificação de casos. Todos os pacientes que apresentarem sintomas gripais e passarem por triagem médica com prescrição, poderão ser testados pelo Lacmar.

Sobre o tempo de cada exame, ele explicou que o resultado dos testes varia de acordo com a sua complexidade. Atualmente, no mercado brasileiro existem testes rápidos para Influenza A e B, que ficam prontos entre 20 a 30 minutos. Por outro lado, os testes para Corona Vírus podem levar até 48 horas para liberação, entretanto o processo de importação de testes rápidos para o Covid-19 está em trâmite.

“O Laboratório espera receber insumos de teste rápido para o Covid-19 até a primeira semana do mês de abril”, adiantou o diretor.

Braid completou que “é imperativo que a população entenda que a saúde mundial enfrenta uma das piores crises vistas na história da medicina. Portanto, materiais básicos de insumo em medicina diagnóstica experienciam acréscimo substancial de demanda. Os governos de países desenvolvidos como a Suíça, França e Alemanha ratificam a importância do uso consciente destes insumos, alavancando a importância da responsabilidade social de possíveis pacientes e profissionais da área. Saber usar cada insumo é fundamental nesse momento de contingência”, lembrou ele.

Para que pessoas com sintomas gripais não lotem ainda mais os serviços de saúde sem necessidade, o Laboratório está orientando a todos em sua rede social (@laboratoriolacmar) que devem registrar o caso aos serviços de saúde públicos e privados, por meio do formulário eletrônico disponível no endereço: http://bit.ly/2019-ncov; dentro das primeiras 24 horas a partir da suspeita clínica.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte