Esporte | Desculpa

Dani Alves exalta Senegal, mas critica condições de jogo em Singapura

Após a partida, Daniel Alves avaliou positivamente o adversário, mas fez questão de ressaltar as condições adversas do jogo, que contou com duas paradas técnicas, além de um gramado questionável
10/10/2019 às 13h43
Dani Alves exalta Senegal, mas critica condições de jogo em SingapuraO jogador do São Paulo voltou a citar o alto nível da seleção de Senegal, e reafirmou sua visão sobre o bom desempenho brasileiro (Lucas Figueiredo/CBF)

Singapura - Na manhã desta quinta-feira, jogando em Singapura, a Seleção Brasileira ficou no empate pelo placar de 1 a 1 com a seleção de Senegal. Após a partida, Daniel Alves avaliou positivamente o adversário, mas fez questão de ressaltar as condições adversas do jogo, que contou com duas paradas técnicas, além de um gramado questionável.

“Adversário também joga, também tem jogadores qualificados. A circunstância é um pouco difícil, estamos com um fuso horário de 11 horas para trás. Não é desculpa, mas você paga o preço…Calor imensurável. Mas eu acredito que a gente tem que dar continuidade para o trabalho”, disse, em entrevista ao SporTV.

Apesar da sequência de três partidas sem vitória (empate em 2 a 2 com a Colômbia, derrota por 1 a 0 para o Peru e empate em 1 a 1 com Senegal), o lateral-direito acredita que o trabalho está sendo bem feito na Seleção Brasileira.

“Nunca é fácil ganhar, e eu acredito que quando você faz as coisas bem, você descansa tranquilo. E acho que estamos fazendo o nosso melhor dentro das condições, mas evidente que dentro da Seleção, ganhar dá tranquilidade para continuar trabalhando. Sem dar desculpas, mas as circunstâncias eram bem bem complicadas para a gente”, afirmou.

Por fim, o jogador do São Paulo voltou a citar o alto nível da seleção de Senegal, e reafirmou sua visão sobre o bom desempenho brasileiro.

“O nível é alto e a concentração tem que estar sempre em cima, porque os jogadores também jogam. Mas acredito que em um contexto geral, fizemos um bom trabalho. Tivemos chance para fazer uma ou outra ocasião, eles também…Não nos contentamos com o resultado, mas saiu todo mundo ileso e nesse momento isso conta mais do que qualquer coisa”, completou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte