Alternativo | Literatura

Legado histórico resgatado em fascículos

Academia Maranhense de Letras lança, amanhã, às 19h, na Livraria e Espaço Amei, 12 fascículos com material do professor Jerônimo de Viveiros, um dos maiores historiadores do Maranhão
08/10/2019
Legado histórico resgatado em fascículos Jerônimo de Viveiros

São Luís - A Academia Maranhense de Letras (AML) lança, amanhã, às 19h, na Livraria e Espaço Amei, no São Luís Shopping (Jaracati), 12 fascículos com vasto material do professor Jerônimo de Viveiros, um dos maiores historiadores do Maranhão. O material, de extrema importância jornalística e histórica, publicado nos anos 1950, foi resgatado pelo pesquisador Luiz de Mello.

As obras reúnem artigos selecionados por assuntos, incluindo política, economia e história. Segundo o presidente da AML, Benedito Buzar, o professor Jerônimo de Viveiros deixou um acervo de livros publicados de grande interesse para o estudo do Maranhão. É dele, por exemplo, a autoria de uma coleção de quatro livros sobre a história do comércio do Maranhão, que são obras fundamentais para a compreensão da realidade econômica e social do estado.

“Ele foi, apesar de tudo, um homem perseguido pelo interventor Paulo Ramos, na época da ditadura, que o prendeu e o demitiu das funções de professor do Liceu Maranhense, pelo fato de protestar contra o regime ditatorial imposto. Foi para o Rio de Janeiro por conta disso. Era um homem de uma envergadora extraordinária, que foi convidado para lecionar no Colégio Pedro II, na Cidade Maravilhosa. Ele retornou ao Maranhão ao término do regime antidemocrático, com a deposição do presidente Getúlio Vargas e do interventor federal. Foi quando voltou a lecionar no Liceu Maranhense. É nesse período que publica essa quantidade de material em jornais, principalmente em O Imparcial”, destacou Benedito Buzar.

Conforme o presidente da AML, os trabalhos do insigne professor Jerônimo de Viveiros não se perderam ou viraram pó. Ao contrário, receberam da Academia Maranhense de Letras um tratamento editorial de alto nível, que, sob a forma de fascículos, poderá ser manipulado e lido com prazer pelos que apreciam e gostam de saber o que era o Maranhão de ontem. “O pesquisador Luiz de Mello reteve esse material sob o seu poder até o dia em que manifestamos o empenho de transformá-lo em livro, para que as novas gerações usufruíssem de um maravilhoso manancial de informações sobre nossa terra e nossa gente”, finalizou.

Serviço

O quê

Lançamento de 12 fascículos com material de Jerônimo de Viveiros

Quando

Amanhã, às 19h

Onde

Livraria e Espaço Amei, no São Luís Shopping (Jaracati)

Entrada franca

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte