Cidades | Mudança necessária

Sinalização: faixa de pedestre e conjunto semafórico são implantados no Jaracati

Com a mudança, toda sinalização que existe em frente à Casa da Mulher Brasileira será retirada; ações fazem parte do programa de melhoria do trânsito
18/09/2019 às 18h37
Sinalização: faixa de pedestre e conjunto semafórico são implantados no JaracatiSinalização horizontal e vertical está sendo modificada no Jaracati (Divulgação / A. Baeta)

Começam a tomar forma as modificações na sinalização de trecho da Avenida Carlos Cunha, no Jaracati, nas proximidades de local onde aconteceu acidente com morte. Está sendo realizada a implantação de faixa de pedestre e de um conjunto semafórico em frente ao Banco do Brasil, no começo deste mês.

Junto a essa medida, a Secretaria Municipal de Trânsito (SMTT) manterá um agente de trânsito no local para orientar a travessia, principalmente no horário com maior fluxo de veículos. Além da implantação da sinalização vertical, com a faixa, e semafórica no trecho atual, toda sinalização que existe em frente à Casa da Mulher Brasileira será retirada.

Também será realizada uma alteração na configuração geométrica da via, com a eliminação de um dos retornos da cabeceira da ponte Bandeira Tribuzzi, sentido Camboa. "Com o fechamento desse retorno, será eliminado o avanço do canteiro central que ocorre atualmente e que divide o fluxo de veículos no sentido Centro", explicou o titular da SMTT, Canindé Barros.

Segurança
As medidas para a área da Avenida Carlos Cunha decorrem de uma decisão conjunta entre a SMTT e os representantes da comunidade. Durante uma reunião, realizada no dia 10, na sede do órgão, com a presença de moradores do bairro Jaracati e do secretário Canindé Barros, ficaram decididas outras ações mais estruturais, como a construção de uma barreira de contenção na lateral direita da via, sentido bairro-Centro.

A barreira se estenderá da cabeceira da ponte até o ponto de ônibus instalado do mesmo lado, na parte alta da via, e será feita em conjunto com a Secretaria Municipal de Obras (Semosp).

A reunião aconteceu após protesto de moradores por causa dos constantes acidentes que vinham ocorrendo na área. O último, quando um carro capotou na cabeceira da ponte e caiu no meio da rua onde acontecia uma festa, culminou com a morte de cinco pessoas. O veículo Corolla, de placa PMG-5258, que era conduzido por Víctor Yan Barros de Araújo, de 25 anos.

Wdysson Ruan Silva Pereira, de 1 ano, foram atropelados por um veículo vermelho, de marca e placas não identificadas, no dia 17 de março deste ano, nas proximidades do Banco do Brasil, quando a criança, com o pai, Wundeson Alves Pereira, tentavam atravessar a via

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte