Esporte | Sonho

Há 32 anos sem jogar a Série B, Imperatriz sonha com acesso

Depois de atuar na divisão de acesso de 1987, o Cavalo de Aço se prepara para encarar o mata-mata da Série C
30/08/2019 às 17h49
Há 32 anos sem jogar a Série B, Imperatriz sonha com acesso O técnico Paulinho Kobayashi tem o time definido (Divulgação/Imperatriz)

SÃO LUÍS – Em contagem regressiva para iniciar um dos compromissos mais importantes da sua história, a equipe do Imperatriz segue em preparação em busca de uma vaga na Série B após 32 anos longe da competição. A última vez que o Cavalo de Aço jogou a 2ª divisão do Brasileiro foi em 1987. Para se ter uma ideia, o atacante Gabriel Caju, que é titular na equipe do técnico Paulinho Kobayashi, ainda não havia nem nascido. Por falar em Kobayashi, o comandante deve manter à mesma formação que vem sendo utilizada, e neste domingo (1º) ele faz seu último treino antes de enfrentar o Juventude-RS, na segunda-feira (2), às 20h, no estádio Frei Epifânio, pelo mata-mata da Série C.

O Campeonato Brasileiro de 1987 foi bastante tumultuado, já que a CBF passava por uma grave crise financeira e decidiu não organizar a competição. Sendo assim, os treze principais clubes do país resolveram criar uma competição de elite, a Copa União, enquanto, paralelamente, o Módulo Azul (Troféu Heleno Nunes) e o Módulo Branco (Troféu Rubem Moreira), contemplava um total de 48 equipes, entre elas Moto Club, Sampaio, Maranhão e Imperatriz, todos no Módulo Branco. Para a imprensa da época, essas duas competições foram criadas com intuito de substituir a Série B. O Imperatriz terminou na 20ª colocação. Americano e Operário venceram respectivamente os módulos.

Sendo assim, há muito tempo longe da Série B, o Imperatriz enxerga uma oportunidade de ouro para retornar a divisão de acesso à elite do futebol brasileiro.

Montagem da equipe

Em ritmo intenso durante a semana, Paulinho Kobayashi já tem em mente a equipe que vai enfrentar o Juventude. O time que deve sair jogando é: Jean; Gabriel Paulino, Ramon, Renan Dytra e Renan Luis; Xave, Dos Santos e Gabriel Caju; Lucas Campos, Manoel e Vitor Xavier.

Neste domingo (1°), o Cavalo de Aço fará um treino recreativo e em seguida os relacionados se concentrarão em um hotel da cidade.

Ingressos

Os ingressos para a esta partida estão sendo vendidos preços em preços promocionais de R$ 20,00, nas cadeiras descobertas e R$ 30,00 nas cadeiras cobertas, sem direito a meia, na Loja Sport Mania, de 8h ás 19h e na bilheteria do estádio Frei Epifânio. Domingo e segunda-feira, os ingressos passarão a custar R$ 30,00 cadeiras descobertas e R$ 50,00, cadeiras cobertas, com as respectivas meias de R$ 15,00 e R$ 25,00.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte