Roda Viva | Opinião

Triste fim do babaçu

Benedito Buzar09/02/2019

“Com os olhos de ontem, ainda lembro das enormes quantidades de amêndoas de babaçu que os caminhões de meu pai conduziam de Itapecuru para São Luís, destinadas às fábricas que as transformavam em produtos para o consumo doméstico ou em óleo, este, vendido para grandes empresas do sul do país”Benedito Buzar

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.