Política | ASSISTA AO VIVO

Mais imposto 3: Acompanhe a votação da Assembleia Legislativa

Leitores podem acompanhar a partir das 9h a sessão na Assembleia Legislativa; previsão é de que o “pacote de maldades” do governo seja votado na manhã desta quarta-feira, 5
05/12/2018 às 08h39
Mais imposto 3: Acompanhe a votação da Assembleia LegislativaDestino dos contribuintes maranhenses estão nas mãos dos 42 deputados estaduais. (Divulgação)

Será votado nesta quarta-feira, 5, na Assembleia Legislativa, a partir das 9h, o projeto de lei nº 239/2018, de autoria do governo Flávio Dino (PCdoB), que prevê o reajuste de alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da gasolina, diesel, refrigerantes, cervejas e outros produtos.

Você pode assistir a votação ao vivo no link http://www.al.ma.leg.br/home/ para acompanhar o voto dos deputados estaduais.

A proposta entrou em pauta na última segunda-feira, 3, assim que chegou à mesa diretora. Na mensagem do governador ao deputados, o comunista pediu urgência na aprovação da matéria alegando ser necessária para evitar atrasos no pagamento da folha de servidores.

O projeto não foi votado porque houve o pedido de vista dos deputados Eduardo Braide (PMN) e Rogério Cafeteira (DEM), líder do governo Dino.

O prazo de vista se encerra hoje e a proposta tem previsão de entrar na pauta de votação.

Na sessão da terça-feira, 4, os deputados de oposição garantiram que irão apresentar emendas à proposta inicial de Flávio Dino. César Pires, parlamentar do PV, pediu a presença da população na Assembleia para protestar contra o aumento de imposto.

Antes deste projeto para aumentar alíquota do ICMS, Flávio Dino já havia conseguido aumentar o imposto por duas vezes: a primeira em 2015 e a segunda, em 2017.

Mais

Somente em ICMS, os contribuintes do Maranhão já pagaram, em 2018, mais de R$ 6,23 bilhões. Deste valor, mais de R$ 4,4 bilhões ficaram com o governo estadual e pouco mais de R$ 1,4 bilhão foram distribuídos entre os municípios

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.