Cidades | TV Digital

Pesquisa aponta que São Luís tem 95% da população preparada para receber o sinal digital

Às 23h59 desta quarta-feira (28) o sinal analógico de TV será desligado na capital e em 9 municípios do Maranhão
28/03/2018 às 16h04
Pesquisa aponta que São Luís tem 95% da população preparada para receber o sinal digitalSinal analógico de TV será desligado às 23h59 desta quarta-feira (28) (Arquivo)

SÃO LUÍS - A Seja Digital, entidade não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal de TV no Brasil, informa que a população da região de São Luís passa por mais uma importante etapa. Às 23h59 desta quarta-feira (28) o sinal analógico de TV será desligado em 9 municípios da região. A decisão foi tomada pelo Gired, grupo liderado pelo presidente da Anatel, Juarez Quadros, e homologada por Gilberto Kassab, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Pesquisa apresentada pelo Ibope Inteligência aferiu que 95% dos domicílios já estão preparados para receber o sinal digital, maior índice já conquistado no País na data do desligamento.

A população de São Luís não alcançou apenas este recorde. No fim de janeiro, 92% da população já estava preparada para receber o sinal digital, maior resultado apresentado por uma região 60 dias antes do desligamento.

Como resultado da união de esforços, entre a Seja Digital e diversas organizações parceiras, os mais de 440 mil domicílios já podem assistir à programação da TV aberta com muito mais qualidade de som e imagem. Tarcísio Silva, gerente da Seja Digital na região, resume a missão como um marco histórico. “O processo realizado, com esses grandes índices de digitalização, mostra o quanto as pessoas engajaram. A população tornou-se parceira do projeto”, afirma.

Desde o início do trabalho, há cinco meses, a entidade buscou informar, orientar e mobilizar a população sobre como se preparar para receber o sinal digital. Além de campanha em TV, rádio, jornal, redes sociais e do trabalho nas ruas, mais de 120 ações aconteceram em parceria com prefeituras, voluntários e ONGs. Foram realizados, também, mais de 30 mutirões, que levaram às comunidades informações sobre como fazer o agendamento para a retirada dos kits gratuitos, além de tirar dúvidas sobre o processo de migração do sinal de TV.

O trabalho de ONGs parceiras foi essencial. “Nos orgulhamos muito de fazer parte desse processo, cuja maior contribuição foi garantir o direito à informação, ao lazer e ao entretenimento de pessoas que, não fosse a Seja Digital, ficariam sem assistir TV”, disse Fábio Cabral, Coordenador do Instituto Formação, responsável pela mobilização de voluntários de diversas comunidades. “Para nossos voluntários, a experiência foi muito rica, pois estivemos mais próximos e pudemos conhecer melhor as comunidades, suas populações, anseios e necessidades. Comemoramos junto com cada beneficiado a sua digitalização”, afirmou.

Em parceria com as prefeituras, o atendimento à população foi potencializado por meio do trabalho de mais de 200 servidores municipais, que atuaram como multiplicadores da informação em diversos pontos, como os 23 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). Também tiveram papel importante os mais de 50 líderes comunitários e mobilizadores sociais, que orientaram moradores de diversas localidades.

Com a compreensão de que a TV é uma parte importante do cotidiano de diversos públicos, com faixas etárias e classes sociais distintas, a Seja Digital também buscou aproximação com escolas, centros comunitários, condomínios, varejistas e antenistas durante todo o processo. A entidade realizou, ainda, em parceria com o Grupo Potiguar, treinamentos para capacitar mais de 350 instaladores, que auxiliaram a população que precisava de ajuda na instalação da antena digital e do conversor. Nos mutirões de instalação, mais de 3 mil instalações gratuitas foram realizadas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte