Polícia | Pela porta da frente

Fuga em massa na Delegacia de Mirinzal, no interior do Maranhão

Ao todo,16 presos fugiram da unidade policial durante a noite da última sexta-feira, e um deles ainda furtou a bicicleta do carcereiro
13/01/2018 às 10h44

A polícia ainda na manhã de sábado, 13, não tinha conseguido recapturar os 16 presos, que conseguiram fugir durante a noite da última sexta-feira da Delegacia de Polícia Civil da cidade de Mirinzal. Nesse distrito policial havia 18 detentos e apenas dois não fugiram. Um dos fugitivos furtou a bicicleta do carcereiro de plantão, nome não revelado.

Um dos funcionários dessa delegacia, identificado como Rabelo, informou que no momento da fuga havia apenas um carcereiro de plantão. Os internos conseguiram danificar os cadeados das celas e renderam o carcereiro quando iria levar água para um dos detentos.

Em seguida, os detentos fugiram pela porta da frente, e o carcereiro ficou preso em uma das celas com as mãos amarradas para trás. Um dos fugitivos levou uma bicicleta que estava na porta da delegacia. Os policiais militares e civis foram acionados e realizaram rondas pela cidade e nas localidades adjacentes, mas até a manhã de sábado, 13, não tinha registro de prisão.

Ainda segundo Rabelo, os nomes dos fugitivos devem ser divulgados até o período da tarde como também informado o fato ao Poder Judiciário. “Nessa cidade há muito matagal e isso acaba facilitando para os fugitivos se esconderem da polícia”, declarou Rabelo.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.