Edição Digital

Polícia | Investigação

Identificada suspeita da morte de dançarina, em SC

Corpo da maranhense, morta no dia 4, chegou na quarta-feira e foi sepultada ontem em São Luís
Ismael Araújo12/01/2018

Florianópolis - A polícia catarinense depois de uma semana do assassinato da maranhense Braieny Alves Soares, de 20 anos, até ontem não havia conseguido prender as principais acusadas desse crime, apesar de uma delas já ter sido identificada. O seu nome não foi revelado. A vítima estava há menos de um mês morando em Florianópolis, capital de Santa Catarina, onde trabalhava como dançarina. No último dia 4 ela foi assassinada a tiros em pleno centro da cidade.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.