Cidades | Fora da ordem

Veículos estacionam irregularmente em via

Situação é recorrente no calçadão da Avenida São Luís Rei de França, que também é utilizada como ciclovia
24/10/2017
Veículos estacionam irregularmente em viaVeículos ocupam calçadão, e pedestre tem de andar na rua. (Biné Morais / O ESTADO)

SÃO LUÍS - Ciclovia, são vistos carros e motos. Há locais onde pedestres têm de disputar espaço com os carros pequenos e por vezes de grande porte, como caminhões.

O estudante Airlon Pires passa todos os dias pelo calçadão da Avenida São Luís Rei de França, com destino a uma faculdade que funciona na área e constantemente presencia a irregularidade. “Os carros atrapalham muito a passagem de quem passa aqui, principalmente no horário de entrada e saída dos estudantes, somos quase atropelados pelos carros que saem no mesmo horário”, contou.

Os carros também ficam na calçada em frente a lojas localizadas na avenida. Os donos alegam que isso ocorre por causa da falta de estacionamento, alegam também que a parada é rápida, apenas no momento da compra.

A irregularidade, além de trazer incomodo aos pedestres e ciclistas, causa desconforto às pessoas com necessidades especiais, a exemplo de cadeirantes, por que carros, motos e caminhões estacionam nas rampas de acesso reservadas a essas pessoas,

Por meio de nota , a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) informou que a Avenida São Luís Rei de França é fiscalizada pelos agentes de trânsito em viaturas de forma itinerante, e que de acordo com CTB (Código de Trânsito Brasileiro) quem for flagrado estacionado no passeio público, comete infração grave e pode ter o veículo removido.

SAIBA MAIS

O lixo acumulado no calçadão e a má qualidade na estrutura, como buracos e valas abertas são mais alguns obstáculos enfrentados por quem faz caminhada ali todos os dias. Sobre o acumulo de lixo no calçadão o Comitê Gestor de Limpeza Urbana informou que é feita a coleta no local, com frequência diária e turno noturno, que a coleta na área está regular e os serviços de capina e raspagem de terra foram concluídos. O Comitê garante que reforçará o monitoramento no local, buscando identificar a origem de descargas irregulares e possíveis falhas na coleta.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte