Ministério Público

Michel Temer escolhe Raquel Dodge para chefiar o Ministério Público

Presidente decidiu não escolher o procurador Nicolao Dino, mesmo este sendo o primeiro colocado na votação do colégio de procuradores

Marco Aurélio D''Eça - Editor de Política

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h37
Raquel Dodge foie soclhida por Michel Temer
Raquel Dodge foie soclhida por Michel Temer ( Foto: Reprodução)

O presidente Michel Temer escolheu nesta quarta-feira, 28, a procuradora Raquel Dodge para o comando da Procuradoria Geral da República, em substituição ao atual procurador-geral, Rodrigo Janot.

O mandato de Janot à frente da PGR termina em setembro.

O nome de Raquel Dodge foi anunciado pelo porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, em pronunciamento que durou 22 segundos.

"O presidente da República escolheu na noite de hoje a subprocuradora-geral da República, dra. Raquel Elias Dodge para o cargo de procuradora-geral da República. A dra. Raquel Dodge é a primeira mulher a ser nomeada para a Procuradoria Geral da República", afirmou Parola no pronunciamento.

Vetado
O primeiro colocado na lista de Janot foi o procurador eleitoral Nicolao Dino, que é irmão do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Apesar de ter declarado em maio de 2016, quando assumiu a presidência, de que manteria a tradição de escolher o primeiro da lista, Temer foi orientado por aliados a não indicar Dino, que era o preferido do procurador-geral Rodrigo Janot.
Apesar de obter a maioria dos votos válidos, Nicolao Dino teve apenas sete votos a mais que o total de votos brancos e nulos, o que demonstra certa resistência dos procuradores ao indicado de Janot.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.