Geral | Praias

Laudo de Balneabilidade das praias aponta um trecho impróprio

Diferente do laudo anterior, que atestava condições próprias para banho, dessa vez relatório aponta trecho poluído na Praia de São Marcos
O Estadoma.com11/11/2016 às 09h05
Laudo de Balneabilidade das praias aponta um trecho impróprioLíngua negra evidencia poluição em praia (Biné Morais / O ESTADO)

Após contestações de especialistas, que afirmaram que a despoluição das praias de São Luís é apenas aparente, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) divulgou um novo laudo de balneabilidade que aponta um trecho impróprio para banho, na Praia de São Marcos. Na semana passada, O Estado registrou uma mancha escura, chamada por especialistas de "língua negra", que evidencia o despejo de esgoto in natura direto na foz do Rio Calhau.

De acordo com o novo relatório de balneabilidade, a coleta foi realizada no período de 2 a 6 deste mês, em 21 trechos que se estendem da Praia da Ponta d'Areia até a Praia do Araçagi. No laudo anterior, divulgado no dia 1º deste mês, todos os trechos haviam sido considerados próprios para banho. Dessa vez, o relatório já aponta poluição em ponto localizado na Praia de São Marcos.

Segundo a Sema, depois de passar cinco semanas com todas as praias 100% próprias, um extravasamento em uma elevatória do Rio Calhau impossibilitou que esse ponto, especificamente, continuasse com condições de balneabilidade. As análises realizadas entre os dias 2 (quarta-feira) e 6 (domingo) apontaram números superiores de contaminação acima dos permitidos pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) no ponto da Foz do Rio Calhau (ao lado do parquinho da Avenida Litorânea), na Praia de São Marcos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte