Esporte | Fifa

Presidente da Fifa visita América do Sul

Gianni Infantino se mostra favorável à gestão conjunta da Copa de 2030
03/04/2016 às 03h00

SÃO PAULO

Seguindo sua gira pela América do Sul, Gianni Infantino desembarcou no Uruguai na última terça-feira, após participar de reuniões na Conmebol, para se encontrar com o chefe de Estado do país, Tabaré Vázquez, e com o presidente da Associação Uruguaia de Futebol, Wilmar Valdez.

A principal pauta em discussão foi a intenção do Uruguai em sediar, em conjunto com o país vizinho Argentina, a Copa do Mundo de 2030, edição que marcará 100 anos do primeiro Mundial, que foi disputado no Uruguai.

Após visitar o estádio Parque Central – onde aconteceu a final do torneio -, Infantino foi à sede da Associação Uruguaia para a reunião. Mesmo com muito caminho a percorrer, e três Copas do Mundo a organizar (2018, 2022 e 2026), o presidente da Fifa já se mostrou favorável à ideia de uma gestão compartilhada no Mundial centenário.

“É verdade que falamos deste sonho. Ainda está bastante distante e precisamos organizar todos os processos até 2026 na Fifa. De qualquer forma, são 100 anos do primeiro Mundial e a história tem que ser respeitada. Sou favorável ao Mundial de 2030 ser disputado no Uruguai e na Argentina, ainda que as 209 federações precisem votar”, confessou.

Eleito democraticamente após decisão no segundo turno, Gianni Infantino ainda tem mais dois destinos antes de voltar à Europa. Além de visita à Colômbia, o presidente da Fifa também deve marcar presença na Bolívia, onde tem um amistoso agendado contra ex-atletas da seleção boliviana, que serão comandados pelo presidente Evo Morales.

zes.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte