Trânsito

Inmeq inspeciona equipamentos de fiscalização eletrônica na Ilha

117 barreiras eletrônicas foram aferidas este ano pelo órgão estadual; foram detectados problemas na medição da velocidade dos veículos
Leandro Santos28/08/2015

Um total de 117 barreiras eletrônicas em São Luís foi fiscalizado este ano pelo Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq). Durante as inspeções, foram detectados problemas que poderiam interferir na medição da velocidade dos veículos.

As inspeções aconteceram principalmente nos finais de semana e também durante o período da noite, quando diminui o fluxo de veículos nas ruas e avenidas da capital maranhense. Ao longo das aferições, problemas relacionados com as instalações elétricas dos equipamentos foram as principais irregularidades encontradas, mas que foram rapidamente solucionadas pelas empresas responsáveis pela manutenção desses equipamentos.

A partir do mês de setembro, serão reforçadas as fiscalizações nos medidores de velocidades de São Luís para verificar se esses equipamentos estão funcionando corretamente. "As barreiras apenas podem funcionar depois de passar por uma verificação periódica. Tal verificação visa garantir se a barreira está aferida corretamente", disse Zois Gantzias, diretor técnico do Inmeq-MA, órgão esse que é vinculado ao Instituto nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Ao longo das verificações desses equipamentos, serão observados se eles estão devidamente lacrados nos pontos de selagem, se as fiações estão em um bom estado de conservação, entre outros aspectos. Durante os trabalhos, os fiscais do Inmeq utilizarão os chamados cronotacômetros para averiguar se a velocidade que está sendo mostrada nos velocímetros dos veículos é a mesma que consta nas barreiras eletrônicas, por exemplo.

Durante as inspeções, caso seja encontrada alguma irregularidade, a empresa responsável pela manutenção dos equipamentos será notificada para solucionar a pendência e, caso isso não aconteça, poderá ser multada.

"Esses instrumentos [medidores de velocidade] não servem para a arrecadação de multas e sim para prevenir acidentes de trânsito, diminuindo a velocidade dos veículos e protegendo a vida das pessoas. Por isso eles devem estar em bom estado", completou o diretor do Inmeq.

Multas - Conforme dados do site do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran), as três primeiras infrações mais cometidas na cidade este ano foram registradas por meio da fiscalização eletrônica.

De acordo com os dados, transitar em velocidade superior àmáxima permitida em ate 20% é a infração mais cometida até o momento, com 34.040 registros. Em segundo lugar aparece a infração referente ao avanço o sinal vermelho do semáforo, que resultou em 20.385 multas. Já em terceiro lugar aparece a infração transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%, que resultou em 7.831 multas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte