Balanço

Maio fecha com redução de 47% em mortes violentas nas rodovias federais que cortam o Maranhão

Balanço foi divulgado pela PRF nesta quarta-feira (1º)

Imirante.com

- Atualizada em 01/06/2022 às 18h27
A queda no número de registrou também foi ocasionada pela campanha ‘Maio Amarelo’.
A queda no número de registrou também foi ocasionada pela campanha ‘Maio Amarelo’. (Matheus Soares / Grupo Mirante)

SÃO LUÍS - O mês de maio fechou com uma redução de 47% em mortes registradas nas rodovias federais que cortam o Maranhão, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo balanço feito pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado nesta quarta-feira (1º). A queda no número de registrou também foi ocasionada pela campanha ‘Maio Amarelo’ que teve por objetivo conscientizar os condutores a fim de evitar os acidentes nas estradas.

Segundo a PRF, foram cerca de 32 mil pessoas atendidas em diversas ações de educação para o trânsito no Maranhão, dentre elas, as exposições realizadas pela PRF em Imperatriz, Balsas e Caxias que foram sucesso de público, alcançando um total de 23.158 pessoas nos três municípios, e palestras e ações educativas realizadas nas unidades da PRF, como o Cinema Rodoviário, em empresas, associações, escolas e nas ruas, em parceria com outros órgãos como o Departamento de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), Polícia Militar (PM) e órgãos de trânsito municipais.

Ações de direitos humanos também marcaram o mês de maio na PRF, com o ‘Maio Laranja’, em alusão ao combate à exploração sexual infantil e de adolescentes. A PRF, em parceria com a Polícia Militar e conselhos tutelares, executou a sétima edição da Operação Oneesca, de identificação e fiscalização de pontos de vulnerabilidade para a exploração sexual de menores.

Em parceria com os órgãos de segurança, a PRF realizou 67 ações em postos de combustíveis, bares e outros estabelecimentos considerados como pontos de vulnerabilidade.

Graças a atividade de realização de ações educativas e reforço da presença policial em trechos de acidentalidade no intuito de prevenir acidentes e infrações de trânsito, o balanço de maio revelou uma diminuição de 47% no número de óbitos em acidentes em relação a maio do ano passado, assim como menor índice de pessoas feridas, apresentando uma redução de 19%.

Foram fiscalizadas 12.051 pessoas que transitavam pelas rodovias federais no Maranhão e 9.341 veículos. Na fiscalização de trânsito, foram detidas 14 pessoas por embriaguez e 91 pessoas autuadas por alcoolemia.

Entre as motocicletas, foram 451 casos em que condutores ou passageiros não utilizavam capacete, equipamento de uso obrigatório para a segurança dos ocupantes, 20% a menos que no mês passado.

Também foram flagrados 111 casos de condutores ou passageiros sem cinto de segurança. Além de um número de 57 casos de crianças sem dispositivo de retenção (DRC), e 324 ultrapassagens proibidas, 21% a menos de casos que no mês passado.

Os acidentes também diminuíram no mês de maio, 11% a menos que no ano passado.

Com forte atuação também no combate ao tráfico de drogas e a crimes ambientais, a PRF apreendeu cerca de 870kg de cocaína, 206kg de maconha, e 569,86m³ de madeira ilegal, além de recuperar 41 veículos da criminalidade.

Combate ao crime

Drogas - 870kg de cocaína, 206kg de maconha
Madeira ilegal - 569,86m³ 
Veículos recuperados - 41

Acidentes

Total de acidentes - 83
Pessoas mortas - 9
Pessoas feridas - 81

Fiscalizações

Pessoas fiscalizadas - 12.051

Veículos fiscalizados - 9.341 

Educação para o trânsito

32.000 pessoas atendidas

Principais Infrações

Pessoas detidas por embriaguez - 14
Pessoas autuadas por alcoolemia - 91
Condutores ou passageiros flagrados sem capacete - 451
Condutores ou passageiros flagrados sem cinto - 111
Crianças sem dispositivo de retenção (DRC) - 57
Ultrapassagens proibidas - 324
Descanso obrigatório do motorista profissional - 88
Excesso de velocidade - 577

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.