Árvores estão morrendo por falta de terra

Imirante.com e TV Mirante

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h28

"São Luís não é uma cidade arborizada", lamenta o professor do curso de Agronomia da Universidade Estadual do Maranhão, Emanuel Gomes de Moura. O especialista fez um estudo que comprovou a diversidade de plantas que existem na Ilha, mas a pesquisa constatou, por outro lado, que as árvores espalhadas pela cidade foram plantadas aleatoriamente. "Um planejamento deveria ter sido feito", atesta.

As áreas arborizadas ganham um ar de organização, além de muita sombra. Já nas avenidas e praças sem árvores, a imagem é outra. Sem planejamento paisagístico, a cidade fica muito mais feia.

Em algumas ruas, praças e avenidas, muito verde. Mas ainda é pouco para o tamanho e a localização da ilha de São Luís. "Mesmo nos lugares que têm muitas árvores, falta conservação das plantas", reclama o professor Emanuel de Moura.

A falta de conservação é um problema na maioria dos locais arborizados da cidade. Na praça Duque de Caxias, no João Paulo, por exemplo, as árvores são podadas de qualquer jeito.

Por falta de adubo e terra nos canteiros, as raízes de muitas árvores ficam expostas, ameaçando a vida das árvores e contribuindo, assim, para o aprofundamento de um problema que ameaça a beleza e a vida da cidade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.