Moradores de Pólo Agrícola recebem títulos do Iterma

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h29

Cerca de 129 famílias moradoras do Pólo Agrícola de Pecuapara, localizado no município de São José de Ribamar, já podem ser beneficiadas com projetos federais e estaduais.

Isso porque na semana passada, o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão – Iterma entregou a cada uma delas a carta de anuência, documento que precede o título definitivo de posse de terra.

A carta abre as portas do Pólo para a entrada de políticas públicas, como projetos de estradas vicinais, poços artesianos, crédito, entre outros.

O Pólo Agrícola de Pecuapara tem aproximadamente 158 hectares, área que era utilizada para o cultivo de culturas consideradas básicas, como o milho, mandioca, feijão, dentre outros produtos.

Com a entrega dos títulos provisórios, as famílias terão condições mais favoráveis de produção, portanto, já começaram a investir na horticultura e fruticultura.

“A cultura básica estava rendendo muito pouco e não conseguia suprir nem mesmo a alimentação das famílias do Pólo”, afirmou o presidente do Iterma, José Roberto Reis.

Ele explicou que a comercialização das frutas, verduras e legumes serão apoiada pelo governo que vai incentivar a venda dos produtos no acostamento da estrada de Ribamar. A intenção do órgão foi exatamente suspender a produção básica apostando na agricultura orgânica auto-sustentável.

O trabalho do Iterma envolveu a divisão da área, demarcação e por fim, a pré-titulação. José Roberto garantiu que a expedição do título definitivo será imediata. “O mais importante agora é a garantia de acesso às políticas públicas que com certeza vão melhorar a qualidade de vida dessas famílias”, finalizou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.