Covid-19

Uso de máscara não é mais obrigatório em Imperatriz

Novo decreto torna o uso do acessório facultativo, com base nos indicadores epidemiológicos e no avanço da vacinação contra a Covid-19.

Imirante Imperatriz, com informações da assessoria

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h06
(Foto: Edmara Silva)

IMPERATRIZ - O novo decreto nº 109 publicado pela Prefeitura de Imperatriz torna facultativo o uso de máscara facial de proteção como medida de prevenção à Covid-19 na cidade. O documento divulgado hoje e assinado nessa terça-feira (16) pelo prefeito Assis Ramos segue na íntegra a redação do Decreto Estadual nº 37.176/2021, de 10 de novembro, e considera os números de imunização de pessoas conforme o Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

O cenário da pandemia continua sendo avaliado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e permanece necessária a higienização dos ambientes, udso de álcool em gel, água e sabão, e equipamentos sanitários para a assepsia adequada das mãos e outras medidas de higiene eficazes contra a proliferação da Covid-19.

O secretário de Governo e Projetos Especiais do município, Eduardo Soares, explica que “a Prefeitura realizou um trabalho intenso por meio da equipe de imunização, em que mais de 90% da população adulta, maiores de 18 anos, foi vacinada. Esse indicador permite que possamos acompanhar na integralidade o Decreto Estadual”, com relação à liberação do uso de máscara.
No decreto, municípios com mais de 70% da população vacinada com as duas doses ou dose única da vacina contra a Covid-19, conforme dados constantes do Sistema de informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), o uso de máscara é facultativo a cada cidadão.

O secretário alerta ainda sobre a importância da continuidade da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19. “De acordo com levantamento feito pela Secretaria de Saúde (Semus), os 10% que ainda faltam se imunizar são pessoas que por alguns motivos optaram por não se vacinarem. A Prefeitura está intensificando a campanha para estimular e incentivar as pessoas se vacinem. O avanço da saúde é coletivo”.

Hoje Imperatriz dispõe de 10 pontos fixos de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), e ponto de drive-thru na Universidade Ceuma. O secretário discorre ainda que a “vacinação de adolescentes está em fase final, jovens de 12 a 17 anos, e a de acamados também, com equipe volante de vacinação em trabalho constante”.

Medidas para funcionamento da administração pública e atividades econômicas estão estabelecidas em decreto de nº 94/2021 terão prazo estendido até 1 de dezembro deste ano, não conflitantes com o disposto no atual informe. Não haverá mais percentuais de lotação dos estabelecimentos, a ocupação será de 100% de acordo com documento de segurança do Corpo de Bombeiros.
Importante

As regras de flexibilização do novo decreto não se aplicam às pessoas infectadas pela Covid-19, que em caso de necessidade de quebra de isolamento em situações excepcionais, deverão usar máscara facial de proteção, conforme protocolos médicos sanitários. Demais normas de enfrentamento da Covid-19 seguirão regras estabelecidas no Decreto Estadual nº 37.176/2021.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.