Banco do Nordeste investe em microempreendimentos

Agência Nordeste

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h29

O Programa de Microcrédito do Banco do Nordeste, o Crediamigo, já realizou, até o final de setembro, 840,1 mil financiamentos, aplicando R$ 632,9 milhões no desenvolvimento de micronegócios em toda sua área de atuação nos municípios do Nordeste, Norte de Minas Gerais e Norte do Espírito Santo.

Criado em abril de 1998, o Crediamigo que, conta com 164 agências operadoras, é um empréstimo rápido concedido por meio do Banco do Nordeste e detém a primeira colocação no Brasil em saldo de aplicações e número de operações contratadas.

O Programa é destinado aos empreendedores que necessitam de capital de giro para fortalecer o nível de suas atividades, criando novas fontes de emprego e melhorando a qualidade de vida de suas famílias.

Além do empréstimo, o pequeno empresário tem a oportunidade de organizar e controlar melhor o seu negócio, através de serviços de capacitação – práticos e de rápida duração – focados na área de recursos humanos e de gestão empresarial.

Para se tornar um cliente do Crediamigo, basta o empreendedor juntar de três a cinco pessoas que tenham um pequeno negócio próximo do seu e que sejam de confiança e precisem de dinheiro para comprar materiais necessários ao funcionamento de seus negócios.

A única restrição é que o interessado não pode ter familiares no grupo ou um micronegócio funcionando há pelo menos um ano.

É preciso que o empreendedor seja maior de idade e apresente o CPF e a identidade, além de participar de reuniões informativas.

A partir daí, é formado um grupo solidário para solicitar o empréstimo do Crediamigo. Os valores de cada um deverão ser adequados às necessidades do negócio e à capacidade de pagamento.

A liberação é rápida com renovação automática e aumento progressivo do valor, de acordo com o crescimento das vendas, melhoria da competitividade e integração ao mercado.

O valor médio do primeiro empréstimo varia de acordo com o cliente, sendo de R$ 200 a R$ 700, podendo atingir até R$ 4 mil nos créditos seguintes, com curtos prazos de reembolso: três a seis meses, com prestações semanais, quinzenais ou mensais.

No vencimento da operação, o banco devolve, a título de prêmio, 15% dos juros aos clientes que pagaram todas as prestações em dia. A taxa de juros cobrada é suficiente para cobrir os custos operacionais e riscos de crédito, de forma a permitir sua continuidade, expansão e amplo acesso ao crédito por parte da população antes excluída pelo setor financeiro formal.

No Ceará, as informações sobre o Crediamigo podem ser obtidas em qualquer agência do Banco do Nordeste ou nos escritórios do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Ceará.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.