Passa bem delegado atingido por tiro de AR-15

Agência Brasil

- Atualizada em 27/03/2022 às 15h29

Rio - Passa bem o delegado Lourenzo Pompilho, 43 anos, chefe do setor de Entorpecentes da Superintendência da Polícia Federal no Rio, internado no hospital Copa D’Or, vítima de tiro de fuzil AR-15, durante assalto na madrugada deste sábado (5).

O policial teve a perna esquerda atravessada pelo tiro, depois que seu carro foi roubado por um grupo fortemente armado, na Rua 24 de Maio, no bairro do Riachuelo, zona norte da cidade.

O coordenador médico do hospital, Maurício Forneiro, disse que o delegado teve muita sorte, porque a bala atravessou a coxa, mas só afetou músculos. Segundo o médico, o tiro talvez fosse fatal, caso tivesse atingido alguma artéria ou veia. O policial ficará em observação por mais 48 horas, fazendo apenas curativos no ferimento.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.