Teatro

TAA celebra 197 anos e lança a Orquestra Sinfônica do MA

O concerto ocorre nesta terça-feira (3), às 20h; A entrada é gratuita.
Divulgação/Secma 02/06/2014 às 15h28

SÃO LUÍS – A comemoração dos 197 anos do Teatro Arthur Azevedo (TAA) promete ter música instrumental de qualidade, numa apresentação que marcará, também, o lançamento do projeto da Orquestra Sinfônica do Estado do Maranhão. O concerto, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (Secma), ocorre nesta terça-feira (3), às 20h, no TAA (Centro). A entrada é gratuita.

No repertório, peças de Mozart, Antônio Rayol, Anacleto de Medeiros e Pucell apresentados por grupo que reunirá professores e alunos da Emem que compõem a Orquestra de Cordas, o Marabrass e músicos convidados das seções de madeira (flautas e clarinetes) e de sopro.

Na formação instrumental, serão sete violinos, uma viola, dois violoncelos, um contrabaixo, flautas, clarinetes, trompa, trompetes, trombones e tuba. A regência será do maestro Joaquim Santos.

Orquestra e Edital

A Orquestra Sinfônica do Maranhão reunirá professores, estudantes de música em nível avançado e músicos profissionais do Estado. Todos serão selecionados por meio de Edital, que também será lançado nesta terça (3) pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Maranhão (Fapema), em parceria com a Secma.

O edital é de inscrição livre, do qual podem participar profissionais, estudantes de níveis avançados e músicos maranhenses que residem fora do estado. Para os selecionados no edital, será oferecida uma bolsa-salário por período de dois anos, tempo necessário para a orquestra se estabelecer e fortalecer.

Muitas histórias e bravos

São 197 anos de muita história, sucessos, bravos e glórias que fazem do Teatro Arthur Azevedo uma das principais casas de espetáculos do país. Pelo palco do espaço, já passaram memoráveis espetáculos, grandes nomes das artes cênicas do Maranhão, do Brasil e de outros países. Ao longo de quase duas centenas de vida o TAA se mantém como o segundo mais antigo teatro em atividade no Brasil, ficando atrás apenas do Teatro Ouro Preto (MG).

O TAA é um dos 16 Teatros Monumentos do Brasil, pelas suas características museológicas. Desde 2012, é um dos sete Tesouros do Patrimônio Cultural Imaterial de São Luís, segundo o Bureau Internacional de Capitais Culturais - titulação ocorreu nas comemorações de 400 anos da cidade.

Foi aberto em 1º de junho de 1817, com o nome de Teatro União. Depois, se chamou Teatro São Luiz e, somente no início do século XX, por determinação do então governador do Maranhão, Urbano Santos, recebeu o nome de Teatro Arthur Azevedo, em homenagem ao dramaturgo maranhense falecido na cidade do Rio de Janeiro, em 1908.

O palco do Arthur Azevedo viu nascer a primeira atriz genuinamente brasileira, Apolônia Pinto, em 1854, que estreou aos 15 anos com o espetáculo “A Cigana de Paris”, em 1866.

Em sua história, passou por sete interrupções em seu funcionamento, fechando as portas para reformas e reparos em sua estrutura. A primeira entre os anos de 1852 e 1854 e a última entre 2002 e 2005. Porém, a reforma mais significativa aconteceu de 1991 e 1993, quando técnicos, engenheiros e arquitetos realizaram pesquisa histórica na busca de reconstituir os detalhes originais perdidos nas reformas sofridas e aliá-los à modernização das casas do gênero.

Em estilo neoclássico, o Arthur Azevedo conta com uma plateia de 756 lugares, distribuídos em áreas de plateia, frisa, camarote, balcão e galeria.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.