Lançamento

Milton Cunha lança livro de crônicas nesta sexta-feira (17), em São Luís

Lançamento será realizado na Casa Real, situada no bairro Olho d''Água, a partir das 17h30.

Na Mira, com informações da assessoria

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h52
Milton Cunha é autor do livro ''Viva e Aproveite - O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas''.
Milton Cunha é autor do livro ''Viva e Aproveite - O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas''. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - O carnavalesco Milton Cunha lança nesta sexta-feira (17), em São Luís, o livro 'Viva e Aproveite - O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas'. Em edição capa dura e colorida, Milton vai presentear o leitor com textos que falam de amor, amizade, família, autoestima, perda, paixão, e muito mais.

Com mais de quatro milhões de seguidores em suas redes sociais, Milton Cunha se reinventou. Um dos maiores artistas do carnaval, com passagem pelas mais tradicionais escolas do Rio de Janeiro e São Paulo, pós-doutor em História da Arte, mestre doutor em Letras e Semiologia, professor, artista, uma alma do mundo, entende como poucos as nuances da vida. E é essa alma sensível que Milton passou a dividir com o público em vídeo-crônicas, que já alcançaram a marca de mais de 100 milhões de visualizações.

Sobre esse projeto, Milton revela que seus vídeos foram uma inspiração para nos preparar para a mudança que a vida iria sofrer. “Eu batia nessa tecla de vamos nos preparar para o primeiro ano do resto das nossas vidas. Quando voltarmos as ruas, vamos continuar a valorizar afeto, abraço... Então reuni tudo isso em um livro para reflexão. Cada pequeno texto traz perguntas que farão as pessoas pensarem o bem-viver. É um livro para você buscar a sua luz, sua força, o tesouro dentro de cada leitor”, diz o carnavalesco.

"Em meio a um turbilhão de emoções, de faltas, de dores e amores, às vezes o que precisamos é de alguém que nos segure pela mão e diga: calma, vai dar tudo certo. Respira, a vida tem seus espinhos", segundo Milton. E foi assim que o carnavalesco começou a dividir com seus fãs pílulas de conforto e sabedoria em vídeos no seu canal, e que agora, vão rechear as páginas de um livro cheio de sentimento, luz e cor. Apenas via, e aproveite!

Com aquarelas do artista plástico Marcelo de César, textos de Padre Fábio de Melo, Fátima Bernardes, Miguel Falabella, e muitos outros, e crônicas que falam dos nossos mais profundos pensares sobre a vida, e sobre o que temos enfrentado nos últimos tempos, Milton nos presenteia com um livro que será um grande amigo, um conforto, uma voz de apoio, e até mesmo aquele choque de realidade que precisamos tanto.

O lançamento do livro de Milton Cunha ocorre na Casa Imperial, situada na rua São Bernardo, nº 150, bairro Olho d’Água. Milton autografará os livros e falará sobre a experiência de escrever esta obra. Para os fãs que quiserem antecipar o autografo, é possível garantir seu exemplar e evitar filas por meio do e-mail livromilton@gmail.com.

Sobre o autor

Milton Cunha é um artista das belas-artes e das produções artísticas carnavalescas. Natural do Estado do Pará, formou-se bacharel em Psicologia em 1982, é mestre em Letras (Ciências da Literatura) e doutor em teoria literária – ciência da literatura, ambos pela UFRJ, e possui dois estágios de pós-doutoramento, um em História da Arte pela Escola de Belas Artes e outro em Narrativas Culturais pelo Fórum de Ciência e Cultura - Museu Nacional, também na UFRJ.

Atuou como carnavalesco por 16 anos, com passagens pela Beija-Flor, São Clemente, Viradouro, Unidos da Tijuca, Porto da Pedra, União da Ilha, Cubango e Leandro de Itaquera. Foi professor em cursos de televisão e rádio com ênfase em artes e narrativas culturais. É autor de inúmeros espetáculos de entretenimento, tanto nacional quanto internacional. Atuou como comentarista oficial dos desfiles das escolas de samba em todos os canais de TV aberta.

Atualmente participa da equipe de transmissões da Rede Globo. É produtor, articulador e fomentador do Carnaval carioca, participando de debates acadêmicos e populares no âmbito do Rio de Janeiro, tendo como uma de suas principais bandeiras os direitos civis pela diversidade e a luta pelo reconhecimento da profissão artística carnavalesca nas esferas públicas, municipais a federais.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.