Saúde

Veja 3 dicas para não desidratar na estação mais quente do ano

Entenda a importância de se hidratar corretamente.
Na Mira24/05/2017 às 14h00
Veja 3 dicas para não desidratar na estação mais quente do anoDicas. (Foto: Reprodução)

BRASIL - Praias e rios lotados, piscinas cheias de gente disputando espaço e, na rua, um solzão de 40 graus castigando a todos. É evidente: o verão chegou, trazendo consigo esse calorão tão característico.

Agradando a uns e desagradando a outros, essa estação traz consigo algumas grandes preocupações, como a desidratação, que pode ser um grande problema para todos, principalmente para os praticantes de exercícios físicos.

A nutricionista desportiva Thatiana Ferreira explica que os cuidados com a hidratação devem ser tomados todos os dias, independente do clima, porém nos períodos de muito calor, a atenção deve ser dobrada. “Todos nós desidratamos muito com a prática de exercícios físicos. Isso porque durante a atividade, nosso organismo aumenta muito sua temperatura e com o intuito de equilibrá-la, o corpo reage com a transpiração, que nada mais é do que a perda de líquidos. Nos dias de calor muito intenso, porém, essa perda pode ser ainda maior, demandando muito mais cuidado”, diz.

A especialista afirma que diferentemente do que muitos pensavam, quando desidratamos muito, não perdemos apenas água. “Para quem pratica exercícios físicos mais intensos, ingerir somente água mineral não é suficiente. Isso porque o organismo dessas pessoas perde não somente água, mas também outros nutrientes, como sódio e sair minerais. Por isso, nessas circunstâncias, faz-se necessário ingerir água com eletrólitos, pois somente eles permitem a reposição desses nutrientes perdidos”, afirma.

Thatiana alerta para os problemas que podem surgir ao indivíduo que não se hidrata corretamente. “Quando uma pessoa pratica uma atividade física mais intensa e não repõe os líquidos e nutrientes perdidos, principalmente em temperaturas tão altas como a que temos enfrentado nos últimos dias, os reflexos no seu corpo podem ser nada bons. Sintomas como cãibras, tonturas e queda de pressão arterial são comuns em pessoas desidratadas, podendo levar até mesmo a consequências mais sérias como parada cardíaca”, alerta.

A especialista explica a importância do acompanhamento de um nutricionista para a realização de um cronograma de hidratação. “O cronograma de hidratação aos praticantes de atividades físicas é fundamental para que haja a correta reposição de líquidos e nutrientes perdidos. Durante o cronograma é feito o acompanhamento da perda de líquidos e determinada a quantidade que deve ser reposta após a atividade. Sempre calculamos meio litro a mais do que foi perdido”, afirma.

Confira abaixo algumas dicas da nutricionista para não desidratar na estação mais quente do ano:

1 . Hidrate-se no Mínimo a cada 20 minutos

“O que pouca gente sabe é que quando começamos a sentir sede já é sinal de que o corpo está se desidratando. Por isso, o mais saudável é que a pessoa de hidrate antes mesmo de começar a sentir sede, com uma frequência mínima de 20 minutos durante todo o dia”, diz.

2. Evite cafeína e bebida alcoólica

A especialista alerta para os malefícios da cafeína e de bebidas alcoólicas para a desidratação. “A cafeína, assim como as bebidas alcoólicas, promovem uma grande aceleração no processo de desidratação do organismo. Por isso, evite bebidas como álcool, refrigerantes e alguns tipos de chás, principalmente em períodos próximos à prática de atividade física ou à exposição ao sol e calor”, alerta.

3. Melhores líquidos

Thatiana explica que “as melhores formas de hidratar-se e repor nutrientes perdidos são, sem dúvida, com a ingestão de água, água de coco e sucos de frutas naturais”, conclui.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.