Joia Rara

O Oriente encontra a boemia da Lapa na festa de lançamento

A estreia será no dia 16 de setembro.
CGCOM06/09/2013 às 10h40

Os convidados da festa de lançamento de ‘Joia Rara’, no Museu Histórico Nacional, foram transportados para os Himalaias e os cabarés da Lapa dos anos 30 e 40. De um lado, um ambiente inspirado no núcleo budista da trama, com pórticos típicos da arquitetura oriental, luminárias em cores terrosas quentes e as tradicionais bandeiras de oração coloridas. De outro, um espaço homenageou o fictício Cabaré Pacheco Leão, de influências francesas, em tons de vermelho, preto e prata. A pista de dança foi demarcada por uma enorme mandala tibetana.

Em um espaço da festa, o calígrafo Claudio Gil escrevia à mão, em um cartão, os nomes das pessoas usando a mesma tipologia da logo de ‘Joia Rara’. No palco, o grupo Pedra Branca tocou instrumentos como sitar, djembe, berimbau, darbuka, flauta e saxofone.

O clipe da novela, apresentado pelas autoras,Thelma Guedes e Duca Rachid; a diretora-geral, Amora Mautner; e o diretor de núcleo, Ricardo Waddington, arrancou aplausos da plateia, principalmente as cenas gravadas no Nepal.

“É difícil dizer o que mais gostei na festa. O lugar é lindo e achei a decoração incrível. Eu me lembrei muito do Nepal, o que me deixou muito emocionada”, comentou Duca Rachid. Thelma Guedes completou: “É muito mais do que imaginamos, tudo mágico e impressionante”.

Logo depois, o ator Nelson Xavier, que interpreta o líder espiritual budista Ananda Rinpoche, subiu ao palco, pediu a palavra e fez um discurso emocionado. “Eu me tornei uma pessoa e um profissional melhor, e vejo que muitos atores da novela também. Isso se deve a Amora Mautner, que tira o melhor de cada um de nós”,disse ele. A diretora retribuiu o elogio: “Não seria possível fazer esta novela sem o Nelson, nosso mestre”.

Os protagonistas da novela eram só emoção: “Amélia é o maior desafio da minha carreira. É a primeira vez que faço uma mãe na TV, uma personagem mais densa”, contou Bianca Bin, que dá vida a Amélia. Bruno Gagliasso, que interpreta Franz Hauser, também está entusiasmado. “Estou adorando fazer um mocinho depois de tantos personagens diferentes. E não é um mocinho qualquer, ele é determinado, vai à luta. É o personagem mais próximo de mim”, disse o ator.

O Buffet da festa teve toques orientais. A cargo do chef Écio Cordeiro de Mello, o menu trouxe comidas típicas como chapati (pão indiano), chetnim bhat (tabuleiro de arroz branco) servido com frango, lentilhas, molho de tamarindo, chutney de manga e abacaxi e iogurte, momos tibetanos (bolinhos de legumes), e thenthuk (sopa de macarrão com legumes). Para homenagear a personagem Pérola (Mel Maia), os convidados receberam brigadeiros perolados.

Três bailarinas fizeram um show inspirado no cabaré da novela. A coreografia foi uma criação de Antônio Negreiros, que treina as atrizes que interpretam as vedetes na trama. A pista de dança foi animada pelo DJ Nepal, com um setlist que misturou soul, hip hop, break, disco e house.

Também estiveram na festa, Carolina Dieckmann, José de Abreu, Mel Maia, Mariana Ximenes, Thiago Lacerda, Domingos Montagner, Leticia Spiller, Nathalia Dill, Carmo Dalla Vecchia, Caio Blat, Marcos Caruso, entre outros.

‘Joia Rara’ é uma novela de Thelma Guedes e Duca Rachid, com direção geral de Amora Mautner e direção de núcleo de Ricardo Waddington. A estreia será no dia 16 de setembro.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.