Internacional

Exército do Egito decreta estado de emergência em áreas ameaçadas por ataques

Renata Giraldi/Agência Brasil05/07/2013 às 12h25

BRASÍLIA – Dois dias depois da destituição, pelas Forças Armadas, do então presidente do Egito Mouhamed Mursi do poder, o Exército decretou hoje (5) estado de emergência nas regiões de Suez e do Sinai para evitar o ingresso de grupos armados. A iniciativa foi definida após ataques contra postos militares.

Há informações de ataques a um posto de controle em Al Yura, provocando a morte de um soldado e deixando dois feridos. Também houve ataques a postos em Rafah, na fronteira com a Faixa de Gaza. A passagem em Rafah está fechada temporariamente.

Depois da queda do governo de Hosni Mubarak, em 2011, a Península de Sinai tornou-se um foco de instabilidade, com ataques contra polícias e gasodutos, além de contrabando e sequestros.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.