No Maranhão

Fundepec-MA realiza mais uma etapa da campanha de vacinação contra a brucelose

A campanha está sendo realizada no período de 25 a 30 e de 16 a 21 de dezembro.
Imirante.com, com informações da Assessoria26/11/2019 às 13h48
Fundepec-MA realiza mais uma etapa da campanha de vacinação contra a bruceloseNa primeira fase da campanha foram vacinados cerca de 1.500 bezerras com idade entre 3 a 8 meses em 197 propriedades. ( Foto: Divulgação / Assessoria)

MARANHÃO - O Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Maranhão (Fundepec-MA) iniciou nessa segunda-feira (25) mais uma campanha de vacinação contra a brucelose nos animais que fazem parte dos Programas de Inseminação Artificial Bovina (Procriar) e de Melhoramento Genético do Girolando (PMGG). A campanha está sendo realizada no período de 25 a 30 e com previsão de ser realizada também de 16 a 21 de dezembro.

A vacinação dos animais, que acontece em parceria com a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA), faz parte das ações do FUNDEPEC BTRB, que apoia as campanhas de vacinação de controle das enfermidades brucelose, tuberculose e raiva em bovinos e bubalinos.

São contemplados com os programas os produtores da região do Médio Mearim, localizados nos municípios de Lima Campos, Pedreiras, Trizidela do Vale, Bernardo do Mearim, Igarapé Grande, Poção de Pedras, Esperantinópolis, São Luís Gonzaga do Maranhão, Bacabal, Bom Lugar e Vitorino Freire.

Para ampliar e aprimorar as ações dos programas Procriar e PMGG, objetivando o aumento da produção leiteira na região do Médio Mearim, está sendo discutido um Termo de Cooperação Técnica denominado de Plano de Ação Integrada: A Pecuária do Maranhão no Primeiro Mundo, entre o Fundepec-MA e órgãos que já fazem parte do programa: O Instituto de Agronegócios do Maranhão (Inagro), Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão (Faema) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Aged-MA.

Esta é a segunda vez que o Fundepec-MA realiza a campanha. Na primeira fase foram vacinados cerca de 1.500 bezerras com idade entre 3 a 8 meses em 197 propriedades. “A campanha foi muito bem aceita pelos criadores no ano passado e a nossa expectativa é de que este ano o número de animais sejam bem maior”, avalia Diego Almeida, que é responsável pelos programas Procriar e PMGG.

O Procriar utiliza o sêmen de reprodutores Girolando superiores geneticamente em matrizes leiteiras do pequeno produtor e produtor familiar através da técnica de Inseminação Artificial, aumentando a produção leiteira.

No PMGG, é promovido o melhoramento genético pelo método da inseminação artificial em planteis girolando no Estado através da utilização de sêmen de reprodutores que estejam em Teste de Progênie..

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.