Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase

Blitz orienta sobre combate a hanseníase, neste sábado, no Centro

Ação de rua faz parte do "Dia D" contra a doença em Imperatriz, que continua como município com hiperendemia da doença.
João Rodrigues/ Imirante Imperatriz02/02/2017 às 19h08

IMPERATRIZ – O Programa Municipal de Controle de Hanseníase vai realizar na manhã deste sábado (4), uma blitz na avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, Centro, para chamar a atenção sobre a importância de se fazer o exame para detectar e tratar a doença.

A ação de rua, também, tem por objetivo lembrar a passagem do Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase, celebrado no dia 31 de janeiro.

O coordenador do programa municipal que atua no controle e tratamento da doença, Francisco Cutrim explicou que a opção por fazer a ação de rua no sábado foi para não alterar a programação nas unidades de saúde.

“A administração nos orientou a realizar, no dia 4, que é um sábado, pela manhã, realizar uma panfletagem, o que é muito melhor para a população que não vai ter alteração no atendimento nos postos de saúde”, destacou.

O Maranhão é o primeiro Estado do Nordeste em casos de em hanseníase e Imperatriz continua classificado como município hiperendêmico. Apesar disso, a notícia sobre o combate a doença é alvissareira.

“Tem acontecido um decréscimo a curto prazo, mas a gente continua como município hiperendêmico”, disse, acrescentando que a “queda de detecção baixou em 50% nos últimos oito anos”.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.