Reação

Corpo de Bombeiros reforça efetivo para combater queimadas em Imperatriz

Número de queimadas subiu de 18 em julho de 2015 para 21 em julho de 2016.
João Rodrigues/ Imirante Imperatriz30/07/2016 às 11h10

IMPERATRIZ – A chegada do período de estiagem e o clima seco fizeram aumentar o número de ocorrências de queimadas em Imperatriz e região circunvizinha. Diante da situação, o quartel do Corpo de Bombeiros de Imperatriz criou uma terceira guarnição para atender esse tipo de ocorrência.

Embora o pico do período de queimadas seja nos meses de setembro e outubro, os casos começaram muito antes, ainda, em julho.

“O pico é nos meses de setembro e outubro e esperamos que aumente mais no mês de julho/agosto, se comparado com o ano passado (...) quando tivemos 18 ocorrências em julho, e este ano são 21 ocorrências”, disse o tenente-coronel Wilny Barbosa, comandante do batalhão de bombeiros, em entrevista recente.

Apesar do crescimento no número de casos, o oficial contemporizou “Não está exagerado não, está no mesmo patamar do ano passado”.

Atualmente o Corpo de Bombeiros, em Imperatriz, possui três guarnições para atendimento de ocorrências de queimadas e incêndios.

“Nós temos dois carros de incêndio e colocamos mais um agora. São três carros atuando na área de Imperatriz e circunvizinhança para atendimento, são 12 homens para dar atendimento diário nessa época do ano em que tem mais incidência de queimadas”, encerra o comandante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.