Eleição na Câmara Federal

"Temos que recorrer à Comissão de Constituição e Justiça", diz Hildo Rocha

Deputado federal Hildo Rocha (PMDB), disse acreditar na convocação de nova eleição.
João Rodrigues/ Imirante Imperatriz09/05/2016 às 14h09

IMPERATRIZ – O deputado federal diz Hildo Rocha (PMDB-MA) disse nesta segunda-feira (9), que a oposição deverá recorrer à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal para que esta defina o próximo passo sobre o sucessor de Eduardo Cunha. Cunha foi afastado do cargo de presidente da Câmara na semana passada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Hildo Rocha, que está de passagem por Imperatriz, disse que o Regimento Interno prevê que Waldir Maranhão, ao assumir, a presidência de forma interina, terá de convocar a eleição de presidente num período de até cinco sessões.

Rocha disse que o regimento é claro quando diz que Waldir Maranhão foi eleito para vice-presidente e não para presidente.

“Então temos que ter novas eleições na Câmara. Waldir Maranhão continua como vice-presidente, mas não como presidente. Ele teria um prazo de cinco sessões para convocar novas eleições. Temos que recorrer a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal para que ela diga o que deve ser feito”, complementou.

Rocha não detalhou, mas disse que o vice-presidente da Câmara tem algumas funções administrativas e responde provisoriamente pela presidência e não deverá se esquivar de convocar eleições.

“(...) o mandato do Eduardo de deputado federal foi suspenso pelo Supremo Tribunal Federal, então ele tem que convocar, não resta outra decisão que ele teria que tomar a não ser, em cinco sessões e eu acredito que ele vá fazer isso, porque não pode”, concluiu o parlamentar maranhense.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.